Unifebe Vargas TEVAH

ACIBr apresenta reivindicações da região em visita secretário de Assuntos Estratégicos

César Souza esteve reunido com diretores da associação e demais representantes de entidades de Brusque, Guabiruba e Botuverá;

Foto: divulgação -

Foto: divulgação –

Brusque – Na manhã de quarta-feira, 20 de julho, diretores da Associação Empresarial de Brusque (ACIBr), bem como representantes de entidades de classe e de sindicatos patronais estiveram reunidos com o  secretário executivo de Assuntos Estratégicos do Governo do Estado, César Souza. O encontro, realizado na sede da ACIBr, fez parte da primeira edição do Dia de Ação de Governo do Estado, com o objetivo de aproximar o governo central às demais regiões de Santa Catarina, e conhecer as necessidades de cada localidade.

Ao longo do encontro, diversas reivindicações foram feitas ao secretário, algumas delas que são pleitos antigos da região, bem como bandeiras que a ACIBr tem defendido nos últimos anos. Entre os temas, foi solicitado ao secretário de Estado a continuação das obras na SC-486, a Rodovia Antônio Heil, entre Brusque e Itajaí, que é fundamental não apenas para o acesso, mas também para o desenvolvimento da região e o escoamento dos produtos das empresas locais. Além da continuidade da obra, a entidade também se posicionou contra a possível implantação de cobrança de pedágio na via, o que segundo o secretário de Estado ainda não foi oficialmente tratado e formalizado pelo Governo.

Outro tema discutido ao longo da reunião foi sobre a importância da Barragem de Botuverá que irá beneficiar as cidades de Brusque, Guabiruba, Botuverá e Itajaí, na contenção das cheias que atingem a região e causam tantos transtornos para as empresas e para a população de forma geral. “A liberação da licença ambiental está sendo barrada e depende de uma medida provisória do Governo Federal, que precisa ser autorizada pelo presidente Michel Temer. Vamos levar essa solicitação para o Fórum Parlamentar Catarinense em Brasília, na busca da solução desse entrave, que está impedindo uma obra tão necessária para a região”, comentou Souza.

Efetivo e mudanças nas leis

A Segurança Pública também esteve na pauta de reivindicações dos empresários no encontro, tanto para a solicitação de mais efetivo policial para a região, como também a busca de mudanças na legislação penal, em especial referente ao chamado ‘prende e solta’. “Precisamos que as Leis Federais sejam alteradas, para que quando um infrator seja preso, ele permaneça preso e não seja solto em seguida. Com as alterações, queremos que o Estado tenha mais autonomia para tratar dessa questão, além de investimentos em mais presídios. Enquanto isso não ocorrer, haverá cada vez mais insegurança e sabemos que quando isso ocorre, não há desenvolvimento”, ressaltou o presidente da ACIBr. Em relação ao assunto, César Souza também se comprometeu a agendar uma nova audiência com o Comando Geral da Polícia Militar de Santa Catarina, assim como ocorreu em março deste ano, quando o secretário acompanhou a reunião entre a ACIBr e CDL com o coronel Paulo Henrique Hemm.”Vamos novamente solicitar mais efetivo para a região, já que teremos em breve a formação de cerca de 700 novos soldados no Estado. Além disso, temos que buscar as mudanças na legislação federal, e fazer um pacote de alterações nas leis, para garantir o direito da segurança a nossa população”, completou Souza.

Temas como a urgência da reforma na EEB João Boos, em Guabiruba, o projeto do Centro de Inovação Tecnológica de Brusque e a implantação da 3ª Subestação da Celesc no município, também foram abordados na oportunidade, assim como a continuidade das obras que estão sendo feitas no município com recursos do Governo do Estado, como a Ponte do Rio Branco e da pavimentação da Rua Nova Trento.

Expectativas de resolução

Para o presidente da ACIBr, Halisson Habitzreuter a reunião demonstrou o interesse Governo do Estado pelo papel e pela opinião da classe empresarial como um todo. “Esperamos que o secretário leve os pedidos adiante e que eles tornem-se realidade, já que as nossas reivindicações refletem as necessidades da sociedade como um todo, não apenas da classe. Que esses pleitos sejam discutidos no Governo do Estado e que pequenos entraves, que muitas vezes barram os projetos, as liberações e as obras, possam ser resolvidos. Vivemos em um dos países mais burocráticos do mundo e cada vez mais a população espera que a classe política ouça as necessidades da sociedade e faça mudanças para que o país volte a se desenvolver”, considerou Habitzreuter.

Da mesma forma, o secretário executivo de Assuntos Estratégicos do Governo do Estado avaliou o encontro de forma produtiva e positiva, e irá fazer um relatório sobre as reivindicações que será apresentado ao governador do Estado, Raimundo Colombo, bem como enviado aos secretários das pastas e órgãos do Governo responsáveis pelos pleitos. “No próximo mês, um dos nossos secretários, de alguma das áreas que foram discutidas aqui hoje, deverá vir para cá para tratar do tema da melhor forma. Queremos aproximar o governo da população, conhecer melhor as necessidades e auxiliar na resolução de problemas e atendimentos nas regiões do Estado”, considerou.

Foto: divulgação -

Foto: divulgação –

por Assessoria de Imprensa

Publicado por Olhar do Vale

Avalie essa notícia

Os comentários serão analisados pelo editor do site e podem ser excluidos caso contenham conteúdo discriminatório, calunioso ou difamador. O nosso objetivo é promover a discussão de ideias entre os internautas. Esteja ciente que comentando aqui você assume responsabilidade pela sua opinião.