Unifebe Vargas Neni TEVAH

Rezini e Vequi: os nomes do PMDB para as eleições municipais

Vequi concedeu entrevista para Olhar do Vale. O assunto foi a expectativa peemedebista para o pleito municipal;

Foto: ilustração -

Foto: ilustração –

Brusque – Os nomes de José Ari Vequi e Danilo Rezini são, atualmente, os mais cotados para estarem à disposição do eleitorado brusquense nas eleições municipais deste ano pela majoritária peemedebista. Ambos são pré-candidatos ao cargo de prefeito, porém, não está descartada uma chapa pura.

Durante entrevista concedida para a reportagem de Olhar do Vale (ODV), Vequi, que atualmente ocupa o cargo de secretário adjunto da Casa Civil de Santa Catarina, ressaltou que a decisão de o PMDB liderar uma chapa majoritária já vinha sendo ventilada pelos correligionários há algum tempo. A confirmação se deu durante encontro no diretório municipal, ocorrido no último sábado, 12 de março. A reunião contou com a presença de toda a diretoria brusquense e, inclusive, do vice-presidente do PMDB SC, Valdir Cobalchini.

Vequi também relatou que no meio do caminho houve uma mudança de planos, já que o vereador e ex-presidente da Câmara de Brusque, Guilherme Marchewsky (PMDB), que chegou a se declarar pré-candidato, decidiu desistir da vida política. “Ele vinha bem nas pesquisas, mas disse que não quer mais ser candidato. Quer abandonar a vida pública. Alegou questões que existem no meio político brasileiro (…) então, desde o sábado, o PMDB de Brusque tem dois pré-candidatos: Danilo Rezini e Ari Vequi”.

Com isso, o foco agora é a busca de parceiros políticos que acreditem no trabalho proposto pela dupla e que possam ocupar a lacuna de pré-candidato a vice. O secretário adjunto citou a pluralidade partidária no município de Brusque. “Eu até me assusto com o número de partidos que tem aqui em Brusque. Todos os partidos nacionais acabaram sendo criados aqui. Então agora vamos buscar parceiros”, ressalta.

Proposta

“Eu busco uma candidatura para unir Brusque”. Com essa frase, Vequi resumiu qual é a sua intenção em buscar chefiar o Executivo municipal. Ser um agente político que tenha acesso e voz em todas as esferas também é um anseio seu. “Todos falam da minha pessoa. Tenho um poder muito grande de estar agregando (…) quero fazer a cópia do que o governador Raimundo Colombo está fazendo no Estado”, complementou.

Novas filiações

Vequi, um dos homens fortes do governo Colombo, declarou que vários políticos de Brusque, além de integrantes do empresariado, estão procurando a sigla peemedebista. Alguns nomes de peso, segundo ele, podem ingressar a qualquer momento no partido.

por Wilson Schmidt Junior

Publicado por Olhar do Vale

Avalie essa notícia

Os comentários serão analisados pelo editor do site e podem ser excluidos caso contenham conteúdo discriminatório, calunioso ou difamador. O nosso objetivo é promover a discussão de ideias entre os internautas. Esteja ciente que comentando aqui você assume responsabilidade pela sua opinião.