Unifebe Vargas

Unimed Brusque é parceria da Abel na Superliga

Ambulância e profissionais da saúde foram disponibilizados para o atendimento em jogos realizadas na cidade;

parceria (800x533)Brusque – Na noite de sábado, 28 de janeiro, Brusque estreou mais uma vez como palco da Superliga de Voleibol Feminino, através da Associação Brusquense de Esporte e Lazer (Abel). A Unimed Brusque é parceira do projeto e disponibiliza ambulância, médicos e enfermeiros nos jogos realizados no município.

“A ambulância é um item do regulamento, com a exigência de ter dois enfermeiros, um médico, um socorrista e um plantonista. A Unimed Brusque atende todas essas necessidades e a gente conseguiu a parceria na primeira reunião, o que nos deixou muito felizes. Somos gratos por isso”, afirma o técnico do time, o atleta tricampeão mundial, Maurício Thomas.

Segundo ele, este ano será marcado pelo retorno de Brusque ao voleibol brasileiro. “Nós já tivemos um time da cidade, a Brasil Telecom, que bateu recorde de público nos dois anos de atuação. O que a gente espera é a casa cheia, que o torcedor brusquense volte a apoiar o time neste primeiro ano de trabalho”, destaca.

Maurício Thomas explica que o projeto nasce de forma simples e com um orçamento modesto. A intenção, no entanto, é ampliar as possibilidades e recursos, com apoio do poder público, das empresas e, sobretudo, dos torcedores que, entre aplausos e gritos, encorajam o time a seguir em frente.

Hoje a Abel é formada por uma base da Seleção Brasileira Sub 18. Entram em quadra jogadoras novas, com 17 anos, mas com muito talento. Outras duas vieram da Alemanha que, junto com a brusquense Fernanda Kuchenbecker e mais algumas atletas, formam a ala mais experiente do time. “A Abel é uma mescla de experiência e juventude”, enfatiza o técnico.

O jogo de estréia em casa começou com um momento especial: a justa homenagem ao tricampeão olímpico José Roberto Guimarães e toda a sua equipe técnica que representou o país nesses últimos anos, no comando da Seleção Brasileira. As medalhistas olímpicas que estavam em quadra também foram homenageadas. “É uma forma de reconhecer o que eles fizeram pelo voleibol brasileiro. Para nós, do projeto Abel, que temos tantas crianças sonhando, é uma oportunidade de continuar a estimulação, que utiliza o esporte como ferramenta de transformação de vida”, ressalta Maurício Thomas.

O projeto social desenvolvido pela Abel mantém 18 núcleos em escolas públicas de Brusque. As aulas de vôlei são realizadas no contraturno e a demanda pelo atendimento é grande. “Estamos com dificuldade para manter tantos professores. Acredito que esse ano, após conversa com a prefeitura, nós teremos condições de atender os interessados e continuar com as aulas de voleibol nas escolas. Por enquanto, só nos resta agradecer a todos os apoiadores e a Unimed, que é um plano de saúde, mas, também, uma empresa associada à comunidade”, observa Mauricio Thomas.

Foto: divulgação

Foto: divulgação

Próximos jogos

3 de fevereiro – 19h – São Bernardo (SP) x Abel/Havan;
11 de fevereiro – 20h –Abel/Havan x ADC Bradesco (SP);
22 de fevereiro – 20h15 – ACV/Unochapecó/Orbens x Abel/Havan;
4 de março – 20h – Abel/Havan x São José dos Pinhais (PR).

por Assessoria de Imprensa

Publicado por Olhar do Vale

Avalie essa notícia

Os comentários serão analisados pelo editor do site e podem ser excluidos caso contenham conteúdo discriminatório, calunioso ou difamador. O nosso objetivo é promover a discussão de ideias entre os internautas. Esteja ciente que comentando aqui você assume responsabilidade pela sua opinião.