Unifebe Vargas Câmara

Soldados do Espetáculo Paixão e Morte de Um Homem Livre 2017 terão figurino desenvolvido por acadêmicos da Unifebe

IMG_3847

Na noite de segunda-feira, 15 de agosto, o vice-presidente da Associação Artístico Cultural São Pedro, Nilson José Ebele, e o diretor teatral do Espetáculo Paixão e Morte de Um Homem Livre 2017, Marcelo Carminatti, se reuniram com os acadêmicos da 2ª fase do Curso de Design Moda da Unifebe. O objetivo da visita à universidade foi apresentar o espetáculo, que contará com a parceria dos acadêmicos, na elaboração do figurino dos soldados.

Na oportunidade, Ebele e Carminatti foram recebidos pelo coordenador do Curso de Design Moda, Rodrigo Zen, e puderam apresentar aos alunos, todos os trabalhos desenvolvidos pela Associação Artístico Cultural São Pedro, que desde 1991 fomenta o teatro, a dança, a música e outras formas de manifestações culturais em Guabiruba. “Foi uma imensa satisfação podermos apresentar nosso trabalho, que é totalmente voluntário, no qual está embutido o Espetáculo Paixão e Morte de Um Homem Livre, apresentado nos anos ímpares. O que mostramos aos alunos do Curso de Design Moda foi uma expectativa de como serão feitos os trajes dos soldados que serão usados na apresentação de 2017”, enfatiza Ebele.

De acordo com Carminatti, a ideia de buscar a parceria com a Unifebe se deu pelo interesse da associação em promover uma maior qualidade no figurino dos personagens, o que foi prontamente recebido pelo reitor da instituição e pelo coordenador do Curso. “Esse trabalho para nós é de suma importância, pois estaremos levando ao público que vai nos assistir em 2017, um figurino pesquisado, bem trabalhado e de uma forma fidedigna ao que era usado na época de Jesus Cristo. Da mesma forma também estamos aprimorando outros figurinos para que o público que vai assistir a peça em abril do ano que vem, possa se encantar e ver o esmero desse trabalho. O nosso objetivo é apresentar sempre um espetáculo de maior qualidade, para que o público se sinta na Jerusalém do início da Era Cristã e faça parte daquela história, naquele momento da apresentação”, ressalta.

O projeto dos figurinos serão coordenados pelas professoras de Desenho de Moda e Processo Criativo, Matilde Dalago e Roberta Del Vechio, respectivamente. A 2ª fase do Curso de Design Moda conta com 50 alunos. A pesquisa e desenvolvimento de figurinos será feita para soldados pretorianos, romanos da infantaria, cavalaria, carrascos, herodianos, soldados do Sinédrio, tribunos, entre outros.

De acordo com o coordenador do Curso, Rodrigo Zen, a ideia foi levar esse desafio para os alunos da 2ª fase, que já tiveram uma base de História da Indumentária e que também já sabem fazer os desenhos de moda. “Para o curso de Design de Moda isso é muito importante, porque dá oportunidade aos alunos de começarem a aplicar o conhecimento que têm na área de moda para realmente desenvolverem projetos, seja dentro de empresas ou entidades culturais, como neste caso. O curso de Design Moda da Unifebe tem a característica de ser mais próximo da comunidade, de realmente estar fazendo coisas que vão estar de alguma forma refletindo na comunidade, seja através de figurinos de teatro, ou parcerias com empresas. Quando veio a proposta de fazer o figurino desse espetáculo, e como temos uma segunda fase cheia de energia e criatividade, percebemos que não poderíamos perder essa oportunidade. Teremos um orgulho enorme de fazer parte desse projeto, que é muito reconhecido na região. Poder levar o nome da Unifebe, do Curso de Design Moda para dentro desse espetáculo é uma honra com certeza para todos nós”, complementou. 

Fonte Assessoria de Imprensa AACSP

Publicado por Olhar do Vale

Avalie essa notícia

Os comentários serão analisados pelo editor do site e podem ser excluidos caso contenham conteúdo discriminatório, calunioso ou difamador. O nosso objetivo é promover a discussão de ideias entre os internautas. Esteja ciente que comentando aqui você assume responsabilidade pela sua opinião.