Unifebe Vargas TEVAH

Seminário do GRUPIA aborda ‘políticas sobre drogas e as novas mídias’

 

PAULO KONS

Foto: arquivo ODV –

O Grupo de Proteção da Infância e Adolescência (GRUPIA) promove o Seminário “Políticas Públicas sobre Drogas e as novas Mídias”, ministrado pelos membros eméritos da Polícia Federal, agente especial Dr. Rogério Nogueira Meirelles e o delegado Dr. Ildo Raimundo da Rosa – presidente do Conselho Estadual de Entorpecentes do Estado de Santa Catarina (CONEN/SC), na manhã do dia 11 de fevereiro de 2016, a partir das 7h30min, no plenário da Câmara Municipal de Brusque. O evento é aberto à participação de todos os interessados e as inscrições gratuitas serão efetuadas no próprio local.

De acordo com o coordenador-geral do Seminário e um dos idealizadores do GRUPIA, Paulo Vendelino Kons, o mundo virtual vai, progressivamente, confundindo os seus limites com o mundo real no cotidiano de crianças e adolescentes e também de adultos. Com a internet, o telefone celular e muitos novos equipamentos de tecnologia da informação, como o smartphone e laptop, são transformados os comportamentos e as formas de se relacionar com a família, com os amigos e com as novas possibilidades de viajar pelo mundo sem sair de casa.

Mas, também, surgem novos riscos à saúde para a geração da era digital, devido ao excesso de horas no uso do computador, deficiência de sono e hábitos sedentários, queda do rendimento escolar, pornografia e pedofilia on-line e o acesso facilitado às drogas e, até mesmo, à prática de delitos cibernéticos.

Kons ressalta que no Seminário serão abordados os “principais sinais de alerta para os problemas comportamentais e de riscos para o desenvolvimento saudável, além de um resumo dos transtornos mais frequentes no mundo cibernético”.

Também “recomendações para o desenvolvimento pleno das crianças e adolescentes como oportunidades para todos poderem usufruir melhor dos benefícios das novas tecnologias serão enfocados”, destaca Kons.

 Crimes Cibernéticos

“Muitos crimes cibernéticos envolvem adolescentes e drogas, sem que os pais tenham qualquer conhecimento da forma pela qual seus filhos utilizam o celular, o smartphone, o laptop ou o já “antiquado” computador. E quando a Polícia Federal entra na casa, com o alvará de busca e apreensão, os pais ficam espantados”, alerta o Dr. Rogério Nogueira Meirelles. “Faço esse alerta como pai e não policial”, observou. Uma das principais causas para esses crimes é a falta de informações e políticas de segurança que devem ser adotadas para evitar o acesso indevido.

O Dr. Rogério Meirelles é um dos maiores especialistas na área de segurança e prevenção de delitos cibernéticos. Em 2015 foi um dos convidados da Microsoft e participou de encontro que reuniu, na Noruega, a elite mundial da tecnologia da informação. Dentre outras relevantes funções, Meirelles foi coordenador de Tecnologia da Polícia Federal (PF) em Brasília/DF e membro do Botnet A Force, grupo internacional de combate a crimes virtuais que reúne as principais polícias do mundo.

 Prevenção nos 42 anos de Polícia Federal

Após 42 anos de Polícia Federal, o Delegado Ildo Raimundo da Rosa requereu aposentadoria no final de 2015, sempre valorizando os trabalhos de prevenção às drogas. Foi aprovado, em 1º lugar, no concurso para o ingresso na Polícia Federal. Atualmente preside o Conselho Estadual de Entorpecentes do Estado de Santa Catarina (CONEN/SC).

No Seminário promovido pelo GRUPIA, abordará o tema “Drogas, um Mal Social”.  Há mais de 20 anos Ildo Rosa possui intenso vínculo com Brusque, pois nas várias gestões de Paulo Kons na presidência da Associação Catarinense de Conselheiros Tutelares (ACCT), o Delegado Rosa acompanhou Kons em dezenas de Seminários e Congressos.

Seminário “Políticas Públicas sobre Drogas e asnovas Mídias

Palestrantes:

Dr. Rogério Nogueira Meirelles – especialistas na área de segurança e prevenção de delitos cibernéticos. Foi coordenador de Tecnologia da Polícia Federal em Brasília/DF e membro do Botnet A Force, grupo internacional de combate a crimes virtuais que reúne as principais polícias do mundo; e

Delegado Ildo Raimundo da Rosa – atuou 42 anos na Polícia Federal, até novembro de 2015, com destacado trabalho na área de prevenção e combate às drogas. Preside o Conselho Estadual de Entorpecentes de Santa Catarina (CONEN/SC).

Ênfase temática:

“O telefone celular e outros equipamentos de tecnologia da informação, como o smartphone e laptop, estão transformando os comportamentos e provocando queda no rendimento escolar e o acesso facilitado à pornografia, à pedofilia, às drogas e à prática de outros delitos cibernéticos por crianças, adolescentes e jovens: o que a Família, a Escola, a Igreja, a Sociedade em Geral e o Poder Público podem e devem fazer”

Local, data e horário:

Plenário da Câmara Municipal de Brusque, na rua Eduardo von Buettner, nº. 65 – Centro, em 11 de fevereiro de 2016, a partir das 7h30min.

Inscrições gratuitas no local.

Publicado por Olhar do Vale

Seminário do GRUPIA aborda ‘políticas sobre drogas e as novas mídias’
3 (60%) 1 vote

Os comentários serão analisados pelo editor do site e podem ser excluidos caso contenham conteúdo discriminatório, calunioso ou difamador. O nosso objetivo é promover a discussão de ideias entre os internautas. Esteja ciente que comentando aqui você assume responsabilidade pela sua opinião.