Unifebe Vargas TEVAH

SAMAE identifica produto químico que causou reação e liberação de cloro gás

Ácido clorídrico era o produto que estava no interior do terceiro contêiner entregue pela empresa Avanex na manhã de ontem

samaeidentifica2

Técnicos do Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto – SAMAE realizaram na manhã desta quinta-feira, 24 de setembro, a coleta de uma amostra do produto químico que causou reação com o hipoclorito de sódio durante descarregamento ontem. O objetivo era identificar qual o produto armazenado no terceiro contêiner recebido pelo SAMAE. “Nosso laboratório realizou a análise e já temos o resultado: este terceiro contêiner trouxe ácido clorídrico, o que causou a reação com o hipoclorito de sódio dos nossos tanques”, ressalta o diretor-presidente do SAMAE, Roberto Bolognini.

A coleta foi feita com a presença de um representante da empresa Avanex, de Palmeira-SC, fornecedora do produto. O próximo passo será a notificação da empresa e os procedimentos cabíveis através do departamento jurídico do SAMAE.

 

Recolhimento do Produto

Ainda no final da tarde de quarta-feira os técnicos do SAMAE neutralizaram o produto descarregado no tanque de hipoclorito de sódio, eliminando os riscos de reação dos produtos. Nesta quinta-feira, a empresa Avanex enviará um outro caminhão com cinco contêineres ao SAMAE, para recolhimento do produto neutralizado e fará posteriormente a reposição do hipoclorito.

 

Atendimento médico

Na quarta-feira, a reação entre os produtos causaram a liberação de cloro gás, o que atingiu seis funcionários do SAMAE, o motorista da empresa fornecedora e sua esposa. Todos foram rapidamente atendidos pelo Corpo de Bombeiros e deslocados ao Hospital Azambuja. Eles receberam atendimento médico, permaneceram em observação e foram liberados no final da tarde.

 

Novo protocolo de recebimento

Por conta do acidente, o SAMAE modificará seu protocolo de recebimento do hipoclorito de sódio. De acordo com o diretor-presidente, Roberto Bolognini, será retirada uma amostra de todos os contêineres recebidos pela empresa fornecedora antes do descarregamento. “Faremos uma análise da amostra de cada contêiner para identificar o produto químico e a sua concentração. E num futuro próximo as entregas desse produto serão feitas diretamente no local de uso, ou seja, nos sistemas de tratamento isolados, temos seis hoje nos bairros da cidade”, ressalta Bolognini.

O diretor-presidente diz que agora haverá mais cautela em relação ao recebimento desses materiais. Ouça o áudio:

 

RELEMBRE

Na manhã de quarta-feira, 23 de setembro, o Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto – SAMAE recebeu uma entrega de produto químico da empresa Avanex de Palmeira-SC. O produto deveria ser hipoclorito de sódio, substância usada para desinfecção da água. A entrega foi realizada no período da manhã na Estação de Tratamento de Água Central, sendo três contêineres de mil litros cada. O acidente ocorreu durante o descarregamento do terceiro contêiner, momento em que houve uma reação química com o hipoclorito de sódio já existente nos tanques do SAMAE, causando a liberação de cloro gás (CL2). Seis funcionários do SAMAE que se encontravam nas imediações, além do motorista da empresa e sua esposa, foram atingidos pelo gás e encaminhados rapidamente ao Hospital Azambuja pelo Corpo de Bombeiros.

Publicado por Olhar do Vale

Avalie essa notícia

Os comentários serão analisados pelo editor do site e podem ser excluidos caso contenham conteúdo discriminatório, calunioso ou difamador. O nosso objetivo é promover a discussão de ideias entre os internautas. Esteja ciente que comentando aqui você assume responsabilidade pela sua opinião.