Unifebe Vargas

Samae Brusque inaugura reservatório de 6,5 milhões de litros

Cerca de 90 mil consumidores serão atendidos pelo R5, construído pela empresa Tanks BR;

Fotos: Wilson Schmidt Junior

Fotos: Wilson Schmidt Junior

Brusque – Apesar de uma manhã chuvosa, várias autoridades e lideranças de Brusque (SC) e de toda a região se fizeram presentes no Parque Leopoldo Moritz para prestigiar a inauguração do maior reservatório de água potável do Médio Vale do Itajaí Mirim. O R5, composto de aço vitrificado, possui capacidade de armazenar 6,5 milhões de litros e levou aproximadamente cinco meses para ser erguido.

A entrega feita neste sábado, 17 de dezembro, através do Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto (Samae), marca o fim de um período intenso de obras nas dependências do parque, atração turística que costuma receber muitos visitantes diariamente. Coube a empresa Tanks BR, de São Paulo, realizar a construção.

Fabiana Dalcastagné, diretora-presidente da autarquia, junto do prefeito de Brusque, José Luiz Cunha, o Bóca, e dos diretores Fausto Diegoli, Márcio Cardoso, Ademar Eleutério e Leandro Bolognini, apertaram simbolicamente o último parafuso do reservatório. O descerramento da placa de inauguração do R5 sacramentou, também, a entrega da obra de reforma da sede administrativa Ariberto Pereira, anexa ao parque.

Benefícios

“Com a instalação do R5, conseguiremos deixar a Estação de Tratamento de Água (ETA) Central funcionando praticamente 24h por dia. Antes, ela ficava ociosa no período da madrugada, quando ocorre baixo consumo e os reservatórios estão sempre cheios (…) agora, praticamente dobramos a reservação de água na cidade”, completou Dalcastagné, ressaltando que o aumento da quantidade de água tratada em reservatórios é uma meta alcançada do Plano Municipal de Saneamento.

Aproximadamente 90 mil consumidores, cerca de 70% da população, serão beneficiados com o R5 que, basicamente, ajudará a evitar os problemas de desabastecimento hídrico, principalmente em épocas de estiagens e de alto consumo. Após passar por testes de estanqueidade, o R5 começará a funcionar na segunda quinzena de janeiro de 2017. O investimento em sua construção foi de R$ 3.470.064,10, oriundos de recursos próprios do Samae.

Corpo técnico

Em seu discurso, Bóca Cunha reiterou a utilização de recursos próprios da autarquia para a realização da construção do reservatório. Além disso, ele desejou sorte para a próxima administração do Samae Brusque, que terá o engenheiro Juliano Montibeller como diretor-presidente. “Esse é o nosso dever, fazer com que o dinheiro do povo se transforme em obra (…) A diretoria do Samae é quase toda técnica e a partir de janeiro estará sob o comando do Juliano, que conhece melhor do que ninguém este lugar. Certamente estará em boas mãos”, finalizou.

Ademir Izidoro, presidente do Samae de Jaraguá do Sul e, também, presidente da regional catarinense da Associação Nacional dos Serviços Municipais de Saneamento (Assamae), também compareceu ao evento, junto de outros presidentes de autarquias, autoridades civis e militares, lideranças da sociedade, servidores do Samae e da Tanks BR, além da comunidade em geral.

por Wilson Schmidt Junior

Publicado por Olhar do Vale

Avalie essa notícia

Os comentários serão analisados pelo editor do site e podem ser excluidos caso contenham conteúdo discriminatório, calunioso ou difamador. O nosso objetivo é promover a discussão de ideias entre os internautas. Esteja ciente que comentando aqui você assume responsabilidade pela sua opinião.