Unifebe Vargas Câmara

Pacientes cultivam horta no Caps AD

Em um jardim grande e colorido, há dois meses, o Centro de Atenção Psicossocial para Álcool e Drogas (Caps AD) criou a Oficina de Horta, com o objetivo de promover aos pacientes atividades terapêuticas em contato com a natureza.

Em cada canteiro existe uma placa de identificação. O cultivo e a organização é de responsabilidade de cada paciente, sendo uma maneira de criar conexões com a atividade e buscar o bem-estar físico e mental. Durante a prática, os profissionais da saúde acompanham os pacientes e estimulam momentos de reflexão, comparando o momento com as experiências vivenciadas.

Materiais recicláveis como garrafas PET, cipós e barbantes são utilizados para organizar os espaços entre uma horta e outra e também decoram o ambiente, o que estimula a criatividade no reinventar dos objetos, a percepção e a sensibilidade.

Para o enfermeiro Ulisses Canquerini, que acompanha o grupo, “o trabalhar com a terra traz momentos terapêuticos, momentos de reflexão do fazer com calma e tranquilidade, pois vivemos em um mundo muito agitado. Nós observamos a melhora do paciente quando ele trabalha com a natureza”.

Nesta oficina são discutidos temas como a história da alimentação, da culinária, da importância dos produtos orgânicos para resgate das nossas tradições humanas e do cultivar alimentos saudáveis. “O paciente começa a ficar responsável pois ele tem que cuidar do seu canteiro, quer que sua planta se desenvolva, que cresça e fique forte”, relata a educadora social Nane Maurici.

O Caps AD é um serviço voltado para a saúde mental e atende pessoas com problemas decorrentes do uso de álcool e outras drogas, oferecendo atendimento gratuito, de segunda a sexta-feira, das 8 horas às 18 horas, exceto e nas quartas-feiras no período da manhã, devido a reunião de equipe.

O paciente deve buscar pelo serviço de forma espontânea e voluntária e deve apresentar RG, Cartão do Sus e comprovante de residência. O acolhimento é realizado por um dos profissionais da equipe que verifica a necessidade de atendimento. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone: (47) 3396-8182

Publicado por Olhar do Vale

Avalie essa notícia

Os comentários serão analisados pelo editor do site e podem ser excluidos caso contenham conteúdo discriminatório, calunioso ou difamador. O nosso objetivo é promover a discussão de ideias entre os internautas. Esteja ciente que comentando aqui você assume responsabilidade pela sua opinião.