Unifebe Vargas

Em decorrência de obra do novo reservatório, abastecimento de água será feito por rede secundária nesta quarta

De acordo com diretor técnico, áreas mais altas podem ficar desabastecidas;

Fotos: divulgação -

Fotos: divulgação –

Brusque – Em decorrência do avançado estágio das obras de interligações hidráulicas entre o novo reservatório do Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto (Samae) de Brusque com o reservatório já existente na entrada do Parque Leopoldo Moritz, o abastecimento de água no município será feito por uma rede de menor diâmetro nesta quarta-feira, 30 de novembro.

De acordo com o diretor técnico da autarquia, Fausto Diegoli, a distribuição será executada por uma rede secundária. “Por isso, poderá ocorrer o desabastecimento em alguns pontos elevados da cidade, pois a vazão irá diminuir juntamente com a pressão da água”.

A normalidade dos sistemas ocorrerá no período da noite, logo após o fim da intervenção no reservatório. Caso a condição climática continue desfavorável, os trabalhos serão adiados.

Sobre o reservatório

O R5, como será chamado o novo reservatório do Samae Brusque, terá capacidade para reservar 6,5 milhões de litros de água potável. Os trabalhos já estão na fase de montagem e os servidores da autarquia já estão executando a instalação das interligações entre a Estação de Tratamento de Água (ETA) Central, o R4 (reservatório existente próximo do avião, no Parque Leopoldo Moritz) e, claro, o R5.

Aproximadamente 90 mil pessoas serão beneficiadas com a obra, que será inaugurada em 17 de dezembro. O investimento total é de mais de R$ 3 milhões.

por Wilson Schmidt Junior

Publicado por Olhar do Vale

Avalie essa notícia

Os comentários serão analisados pelo editor do site e podem ser excluidos caso contenham conteúdo discriminatório, calunioso ou difamador. O nosso objetivo é promover a discussão de ideias entre os internautas. Esteja ciente que comentando aqui você assume responsabilidade pela sua opinião.