Unifebe Vargas TEVAH

Diácono será ordenado padre em Guabiruba

 

IMG_1224

O diácono Eder Claudio Celva, natural de Guabiruba, será ordenado padre no sábado, 24 de outubro, às 15h, pelo arcebispo metropolitano Dom Wilson Tadeu Jönck na Igreja São Cristóvão, no bairro Aymoré. Suas primeiras missas serão celebradas no dia seguinte: às 9h30 na Igreja Nossa Senhora Imaculada Conceição, no bairro Lageado Alto, e às 18h na Igreja Matriz, no Centro.

 

Filho de Amarildo e Ilma Portaldi Celva, Eder nasceu em 25/12/1987, cujo lema sacerdotal é “Jesus Lembra-Te de mim (Lc. 23,42)”. “Neste momento tão feliz, quero compartilhar minha alegria com todos para que se sintam em casa, participando da Celebração Eucarística em que serei ordenado sacerdote”, convida.

 

Depois da ordenação, Celva continuará na Paróquia de Tijucas como vigário paroquial.

 

Vocação

 O diácono conta que a vocação para o sacerdócio não foi despertada em um momento, em um lugar ou inspirada por uma pessoa. O que houve foi um lento caminhar na sua comunidade. “Tudo, até mesmo minhas fraquezas e contradições, foram preparando-me para o chamado de Jesus. Vivenciei a fé sob o impulso amoroso da Graça de Deus, mesmo sem ter muita consciência de tão magno carinho da parte de Deus para comigo”, diz.

 

E prossegue: “Eu estava orientado ao casamento, como todo bom rapaz, pensava em me casar, construir minha casa, cuidar da família e seguir ajudando minha comunidade, pois desde criança, participava de muitas formas e era coroinha. Só que Deus tem seus caminhos. Dentro de mim havia – e há – um clamor incessante, que me incomodava e pedia que me aproximasse do crucificado para divulgar seu plano de Amor. Com alegria fui ouvindo, vendo, sentindo nos eventos que cercam nossa existência o que Deus queria de mim; encorajado ingressei no Seminário. O chamado ao serviço presbiteral é sempre um mistério que se revela parcialmente à medida que nos deixamos modelar pela sabedoria do Evangelho sempre a nos provocar”.

 

Formação

 

Sua formação inicial foi na escola Professor Arthur Wippel e Colégio Estadual Prof. João Boos. Depois do ensino médio, cursou faculdade de filosofia em Brusque. “Lá convivi com muitos seminaristas, travei amizades, e continuei a filosofia morando no Seminário Arquidiocesano Nossa Senhora de Lourdes em Azambuja”, relata.

Em 2010, estagiou integralmente na paróquia Senhor Bom Jesus de Monte Alegre, em Camboriú, e fez Teologia por quatro anos no ITESC, em Florianópolis. “Durante todos os anos de formação, todos os finais de semana estava em alguma comunidade de paroquias para estagiar. Brusque, Camboriú, São José, Pastoral Vocacional Arquidiocesana, Florianópolis e, no início deste ano, antes de minha ordenação diaconal, na paróquia de Tijucas”, explica.

Publicado por Olhar do Vale

Avalie essa notícia

Os comentários serão analisados pelo editor do site e podem ser excluidos caso contenham conteúdo discriminatório, calunioso ou difamador. O nosso objetivo é promover a discussão de ideias entre os internautas. Esteja ciente que comentando aqui você assume responsabilidade pela sua opinião.