Unifebe Brusque Vargas Têxtil

Cadeira de rodas cai de bagageiro de ônibus e homem não é ressarcido por dano

Fato ocorreu com morador de São João Batista que veio à Brusque

cadeira_de_rodas

Ilustração Portal ODV

Já não bastassem todos os problemas de mobilidade enfrentados por cadeirantes em todo o território brasileiro, parece que algumas situações ainda conseguem nos surpreender. Se não surpreende, ao menos servem para nos revoltar. Uma dessas histórias aconteceu nesta sexta-feira (10), tendo Gilberto Genésio da Silva (51) como protagonista.

Como faz periodicamente, nesta manhã, por volta de 10h30min, Silva pegou um ônibus de uma companhia brusquense, cujo a linha vinha de Tijucas com destino à Brusque. Na cidade da Fenarreco, ele passa por tratamentos médicos rotineiros.

Ele já se acostumou com a falta de estrutura e com o fato de ter que deixar sua cadeira de rodas no porta malas do ônibus. Porém, hoje, a situação passou dos limites. Acredite se quiser, o meio de transporte do cadeirante Genésio caiu do porta malas do veículo. O fato só foi notado, pois, um motorista que vinha logo atrás deu sinal para o condutor do veículo pesado de transporte coletivo.

Até aí, tudo bem, pois, todos estamos suscetíveis a erros. O que ocorre é que, segundo informações registradas em boletim de ocorrência, já era de conhecimento que o bagageiro daquele ônibus estava ruim e com defeitos e, mesmo assim, a cadeira de rodas foi naquele compartimento. O equipamento, pra piorar, ficou danificado, causando dores ao homem que teve de utilizá-la, mesmo assim.

E pode ficar pior. A cadeira nem é dele e, sim, da assistência social da Prefeitura de São João Batista, local de onde veio o homem até Brusque. Ao descer na rodoviária de Brusque, o homem contatou a Polícia Militar que estava por ali e registrou o caso na delegacia. Pra completar, até o momento, nenhum sinal de ressarcimento por conta da empresa de ônibus. Impressionou? Ou você já está mais que acostumado a ver esse tipo de notícia por aí?

 

Publicado por Olhar do Vale

Avalie essa notícia

Os comentários serão analisados pelo editor do site e podem ser excluidos caso contenham conteúdo discriminatório, calunioso ou difamador. O nosso objetivo é promover a discussão de ideias entre os internautas. Esteja ciente que comentando aqui você assume responsabilidade pela sua opinião.