Unifebe Vargas Neni TEVAH

Apae Brusque recebe menção honrosa e exposição do MEC

Na tarde desta quarta-feira, 18 de outubro, na sede da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) de Brusque, foi realizada uma solenidade para o recebimento da Menção Honrosa da Secretaria Estadual de Educação, pela participação de professores e usuários da entidade durante a XX Feira Regional de Matemática, promovida no mês de agosto na Escola João Boos, em Guabiruba. Na oportunidade também foi apresentada a exposição que reúne os trabalhos premiados do concurso “Pesquisar e Conhecer para Combater o Aedes Aegypti”, do Ministério da Educação (MEC), da qual a Apae se tornou campeã em 2016, na categoria de Educação de Jovens e Adultos.

“Isso que nos motiva, quando vê que os trabalhos são reconhecidos. A Menção Honrosa veio por um projeto de matemática aplicado na revitalização da nossa horta. Os usuários calcularam a quantidade de adubo, o espaço necessário e a distância adequada entre as plantas. Depois, ainda ficaram imensamente felizes ao se alimentar com a colheita deste plantio, como beterraba, alface, entre outros”, explica o presidente da Apae Brusque, Sebastião Ernani Poia.

Segundo ele, a participação da entidade no concurso “Pesquisar e Conhecer para Combater o Aedes Aegypti” gerou uma repercussão inesperada, inclusive com o engajamento de centenas de pessoas votando pela vitória do projeto em rede social. Ainda assim, o trabalho da instituição foi escolhido como campeão na categoria de Educação de Jovens e Adultos em 2016. “Nosso objetivo agora é lançar sementes. Levar esses trabalhos para as escolas de Brusque e região, apresentar o vídeo que foi grafado e compartilhar esse conhecimento”, enfatiza Poia.

 

Feira de Matemática

O secretário Executivo da Agência de Desenvolvimento Regional de Brusque (ADR), Ewaldo Ristow Filho, lembra que é a segunda vez consecutiva que a Apae Brusque recebe a Menção Honrosa pela participação na Feira Regional de Matemática. “Estão de parabéns, não apenas os usuários, mas toda a administração e o corpo docente. É um resultado que enche meus olhos e coração de alegria”, ressalta.

Para ele, o aprendizado que foi apresentado durante o evento demonstra que não é apenas de fórmulas complexas que o mundo vive. Lições mais simples proporcionam grandes mudanças e melhoram a qualidade de vida. “Plantar para depois comer. Não são cálculos tão complexos, mas trazem resultados satisfatórios”, descreve.

 

Ministério da Educação

No início do ano passado, o Ministério da Educação lançou o concurso “Pesquisar e Conhecer para Combater o Aedes Aegypti”. A Apae de Brusque, que já desenvolvia trabalhos sobre a temática, inscreveu um vídeo na categoria de Educação de Jovens e Adultos e alcançou a vitória, com premiação realizada em Brasília, no mês de novembro de 2016.

Para dar sequência ao projeto, desde julho deste ano, uma exposição itinerante, com a síntese dos trabalhos vencedores, está percorrendo todos os Estados do Brasil. O projeto é composto por um documentário e exposição de mais de 400 fotos, banners e folders.

“O Ministério da Educação entende que a premiação em Brasília foi recebida por três alunas e duas professoras da Apae de Brusque, mas o mérito é de toda a instituição. Por isso, fizemos questão de trazer a síntese dessa experiência para cá. Já percorremos 14 Estados e 22 instituições com este mesmo material e a expectativa é encerrar o projeto no mês de novembro, em Brasília”, afirma o consultor do MEC, Edacir Luiz Dorigon.

Publicado por Olhar do Vale

Avalie essa notícia

Os comentários serão analisados pelo editor do site e podem ser excluidos caso contenham conteúdo discriminatório, calunioso ou difamador. O nosso objetivo é promover a discussão de ideias entre os internautas. Esteja ciente que comentando aqui você assume responsabilidade pela sua opinião.