Unifebe Vargas Câmara

Alunos do SESI/Eja de Guabiruba farão exposição de releituras do modernismo brasileiro

Vernissage ocorrerá no próximo dia 12 de setembro, em Brusque, a partir das 19h

vernissage

Conhecer a produção artística do Modernismo no Brasil e a sua importância para a arte no país, explicando, assim, as transformações ocorridas desde então, são alguns dos objetivos buscados pelo projeto Semana de Arte Moderna, desenvolvido pelos 33 alunos que compõem o Ensino Médio da Educação de Jovens e Adultos (EJA) de Guabiruba, desenvolvido pelo Serviço Social da Indústria (SESI), em parceria com a prefeitura local.

Coordenado pela professora de Língua Portuguesa e Literatura, Kátia Medeiros Corrêa Gastaldi, o projeto consiste em fazer os alunos produzirem releituras de grandes obras que marcaram a primeira metade do século passado no Brasil. “Desenvolvi um plano de aula que consiste na criação de uma nova obra, realizada a partir de outra feita anteriormente, acrescentando nessa nova produção um toque pessoal e uma nova maneira ler e sentir, pois ler uma obra e entender seu propósito é algo que vai ao encontro do conhecimento cultural de cada de cada aluno”, ressalta a educadora.

As novas concepções de grandes nomes da arte moderna, captadas pelos alunos do EJA, sob a orientação de Kátia, serão reunidas em uma vernissage, espécie de exposição de inauguração, que será realizada no próximo dia 12 de setembro, a partir das 19h, na Unidade de Operações Sociais (UOS) do SESI Brusque, situada na Avenida Arno Carlos Gracher, 69, centro da cidade. “Objetivamos desenvolver nos alunos a capacidade de compreender a arte e ainda instigá-los a criarem, conhecendo nomes como Cândido Portinari, Tarsila do Amaral, Romero Brito, Anita Malfatti, Di Cavalcanti, entre outros”, continua a professora responsável pelo projeto.

Para a Coordenadora de Educação do SESI, Sandra Freitas, o estímulo e a conscientização sobre a importância da cultura é dever de todos os educadores. Segundo ela, projetos como o da Semana de Arte Moderna no SESI/EJA contribuem para uma formação de qualidade daqueles que, por variados motivos, não tiveram chances de concluir o ensino básico. “Eventos como esse incentivam os nossos educandos a persistirem nos estudos, a partir da realização de atividades prazerosas como a produção de arte”, ressalta.

O evento é gratuito e aberto ao público.

Publicado por Olhar do Vale

Avalie essa notícia

Os comentários serão analisados pelo editor do site e podem ser excluidos caso contenham conteúdo discriminatório, calunioso ou difamador. O nosso objetivo é promover a discussão de ideias entre os internautas. Esteja ciente que comentando aqui você assume responsabilidade pela sua opinião.