Unifebe Vargas Neni TEVAH

Supercopa Brasil de Basquete é lançada oficialmente em Brusque

Botafogo (RJ) será uma das equipes participantes;

Foto: Sidney Silva -

Foto: Sidney Silva –

Brusque – A Supercopa Brasil de Basquete Adulto Masculino foi lançada oficialmente em Brusque nesta terça-feira (24). Essa será a terceira edição consecutiva que um dos principais torneios do basquete nacional será realizado na cidade catarinense. O evento, que vale vaga para a Liga Ouro de Basquete, reúne equipes de todos os principais centros do país que não participam do Novo Basquete Brasil e será disputado de 13 a 19 de junho na Arena Brusque.

Entre as grandes atrações está o Botafogo, do Rio de Janeiro, um dos representantes da região sudeste junto com o América, de Ribeirão Preto, São Paulo. Devem confirmar a participação ainda até essa quarta-feira (24) o Santos (Amapá), Facisa (Paraíba), Unidade Vizinhança (Distrito Federal), e os paranaenses Ponta Grossa e Circulo Militar. Todos garantiram vagas após as seletivas regionais, enquanto que a AD Brusque/FME/Unifebe/A Italianinha já está garantida por ser a anfitriã. Caso haja a desistência de alguma das equipes previamente confirmadas, Santa Catarina ganhará mais uma vaga, que será do Joinville (AABJ/Felej), terceiro colocado da Copa Brasil Sul.

O presidente da Federação Catarinense de Basketball (FCB), Oscar Archer, destacou o empenho da federação em trazer novamente a competição para Santa Catarina. “Para nós, é uma satisfação pelo terceiro ano consecutivo trazer essa competição para Brusque. Santa Catarina tem que entrar em outro patamar no basquete nacional e já mostramos que temos competência para realizar grandes competições. Agora cabe a nossas equipes aproveitarem todo suporte que oferecemos para buscar mais protagonismo no cenário nacional”.

Foto: Sidney Silva -

Foto: Sidney Silva –

O presidente ressaltou na coletiva que uma das grandes novidades nesta edição será a visita do diretor-técnico da Liga Nacional de Basquete (LNB), Paulo Bassul, que estará em Brusque para acompanhar o torneio. “A nossa ideia é propor uma reformulação no modo como hoje é disputada a Liga Ouro, com possibilidade de subsidiarmos taxas para colocarmos os quatro finalistas do Estadual na competição, mas isso só será possível desde que ela mude a sua formatação”, defende o presidente.

Esse seria o primeiro passo, segundo Archer, para valorizar a competição e também dar mais espaço no cenário nacional às equipes catarinenses. “Hoje, Santa Catarina tem 13 equipes no estadual masculino e outras 10 no feminino. Nenhum estado tem isso. Tenho certeza que a CBB e o NBB estão vendo Santa Catarina de outra forma e queremos chamá-los para a discussão. É um primeiro passo para que possamos cobrar das nossas equipes mais qualidade e projetos para alcançarmos um patamar maior”, finaliza.

Além do presidente da FCB, participaram ainda da coletiva o coordenador da AD Brusque/FME/Unifebe/A Italianinha, Zurico Frota, e o diretor-técnico da Fundação Municipal de Esportes de Brusque, Marcel Paza.

Publicado por Olhar do Vale

Avalie essa notícia

Os comentários serão analisados pelo editor do site e podem ser excluidos caso contenham conteúdo discriminatório, calunioso ou difamador. O nosso objetivo é promover a discussão de ideias entre os internautas. Esteja ciente que comentando aqui você assume responsabilidade pela sua opinião.