Unifebe Brusque Vargas Têxtil

Soberano, Bruscão supera BEC no Gigantinho da Lauro Muller

Equipe se aproxima da liderança com o resultado desta quarta-feira (24);

Foto: Wilson Schmidt Junior -

Foto: Wilson Schmidt Junior –

Brusque – Se a postura do Brusque Futebol Clube foi ofensiva durante toda a partida contra o Blumenau Esporte Clube (Bec), válida pela quarta rodada da segundona do Catarinão, o time da capital do Médio Vale, por sua vez, veio com uma missão: segurar o ataque do time adversário com uma defesa sólida. Porém, apesar de sustentar por bastante tempo o zero no placar, foram múltiplas as incursões na grande área do Bec e constante a presença da equipe brusquense no comando de ataque, na noite desta quarta-feira (24).

O que se desenhava um jogo marcado pela superioridade do BFC, se confirmou dentro das quatro linhas com toque refinado de bola e boas jogadas construídas. Tanta persistência surtiu efeito apenas aos 31 minutos da primeira etapa. Foi quando Eydison teve boa visão e tocou na grande área para Tony. Após confusão na pequena área devido a intensa marcação dos blumenauenses, a bola sobrou para ele, que teve apenas o trabalho de tocar a bola suave para o fundo da rede.

Apesar de ter um dos piores desempenhos no campeonato e precisar de qualquer pontinho que fosse, o Blumenau Esporte Clube não mudou a sua postura dentro de campo e continuou a apostar nos contra-ataques, marcando em cima as chegadas do Brusque.

No segundo tempo, o Bruscão voltou com a mesma atitude da primeira etapa. A intenção era aumentar o score. Para isso, apenas uma substituição foi feita. Mineiro sentiu a coxa direita ao final dos primeiros 45 minutos e coube a Wendell continuar o seu serviço. Com os jogadores mais recuados assistindo o jogo de camarote, a redonda oficial insistia em ficar no campo de ataque do BFC, com sucessivas boas chances de finalização. Um verdadeiro bombardeio (destaque para o goleiro João, do BEC, que salvou a pele do time algumas vezes).

O tempo passou e o BEC sofreu calado. A canseira tomou conta e uma verdadeira avenida se abria tanto na intermediária, quanto nas duas alas. Tais avenidas, é claro, andavam em mão única em direção ao ataque do time da casa. Enquanto isso o goleirão João, que de bobo não tem nada, continuava salvando sua equipe de sofrer uma goleada, com uma verdadeira atuação de gala.

Mas uma hora a bola tinha que entrar. E entrou pelos pés de Jean Carlos, que alguns minutos antes havia entrado no lugar de Eydison. Aos 36 minutos, Matheus Paraná chutava na entrada da área para defesa de João. Porém, o goleiro do time blumenauense não contou com a sorte e o rebote foi parar nos pés do atacante que não perdoou e mandou a bola para o fundo da rede. 2 x 0 para o time da cidade da Fenarreco.

Com o resultado, o Brusque Futebol Clube vai a 10 pontos e enfrenta o Camboriú na quinta rodada. A partida ocorre no domingo (28), às 15h.

O Brusque FC jogou com: Wanderson; João Neto, Cleyton, Rogério e Flavinho; Mineiro (Wendell), Faísca e Simião; Eydison (Jean Carlos), Tony e Matheus Paraná.

por Wilson Schmidt Junior

Publicado por Olhar do Vale

Avalie essa notícia

Os comentários serão analisados pelo editor do site e podem ser excluidos caso contenham conteúdo discriminatório, calunioso ou difamador. O nosso objetivo é promover a discussão de ideias entre os internautas. Esteja ciente que comentando aqui você assume responsabilidade pela sua opinião.