Unifebe Vargas TEVAH

Projeto na APAE promove a inclusão por meio da capoeira

A parceria entre o grupo Camará e a associação já tem 14 anos.

SAM_3187 (Copy)

O Terceiro Encontro de Capoeira Especial vai acontecer amanhã (14). O evento produzido pelo grupo Camará Capoeira e a APAE de Brusque (Associação de Pais e Amigos de Excepcionais) começa de manhã às 9h e se estende durante todo o dia. Os dois encontros anteriores aconteceram em São José e esse ano será realizado em Brusque que foi a primeira cidade catarinense a incluir a capoeira entre as atividades da APAE.

A parceria entre o grupo Camará e a associação já tem 14 anos. As aulas acontecem toda quinta feira no ISI (Instituto Santa Inês). Segundo Sandra Helena de Almeira, diretora da escola e o professor de capoeira Sidnei Belz, o Magau, a prática melhorou a sociabilidade dos alunos. Magau conta que o projeto não busca o rendimento e grandes performances corporais, mas melhorar a qualidade de vida dos participantes, sempre respeitando o limite de cada um.

O professor diz que os Downs são tratados da mesma forma que os outros, cobrando a mesma disciplina e colaboração. Ele conta que os alunos aguardam pelas aulas de capoeira, “Eles se sentem fazendo parte do movimento. O que é inclusão, se não fazer as pessoas se sentirem assim?”, diz Magau.

 

SAM_3183 (Copy)

SAM_3191 (Copy)

 

 

 

 

 

 

 

Texto: Victória Severo

Foto: Divulgação

Publicado por Olhar do Vale

Avalie essa notícia

Os comentários serão analisados pelo editor do site e podem ser excluidos caso contenham conteúdo discriminatório, calunioso ou difamador. O nosso objetivo é promover a discussão de ideias entre os internautas. Esteja ciente que comentando aqui você assume responsabilidade pela sua opinião.