Unifebe Vargas Neni TEVAH

Arrancadão: um brusquense que voa baixo nas pistas

Conheça o praticante desse esporte que possui muitos admiradores ao redor do mundo;

10653781_782308441823447_2887406451133721569_n (800x533)

Foto: Franco Doebber Photos –

Brusque – Visto com maus olhos por alguns, mas o responsável por colocar o brilho nos olhos de muitos outros, o fato é que o arrancadão, competição automobilística, já é um esporte consolidado em todo o mundo, há algum tempo. Carros preparados, patrocinadores e plateia lotada não é exclusividade apenas de categorias como Stock Car e Fórmula 1. Pelo contrário.  Você verá nesta reportagem que, além de movimentar milhares de fãs a cada evento, o arrancadão também pode ser também muito viável economicamente.

Para falar sobre o assunto, Olhar do Vale (ODV) traz a você o corredor brusquense Charles Donini. Numa entrevista exclusiva concedida ao nosso portal, Charles conta sobre sua experiência sobre quatro rodas com o passar dos anos.

Olhar do Vale: Charles, qual é a sua história com o arrancadão? Desde quando você pratica o esporte e como começou?

Charles Donini: primeiro gostaria de agradecer o convite de Olhar do Vale. Bom, sempre gostei de velocidade, desde pequeno sempre fui assistir as provas de arrancada em Santa Catarina e no Paraná. Minha história começou em 2008, quando comprei um gol ano 86 e comecei a prepara-lo para as pistas de arrancada. De lá para cá, foram muitos e muitos investimentos para chegarmos onde estamos hoje.

ODV: é um esporte muito caro?

Charles: a arrancada sim é um esporte muito caro, tendo sempre que estar atualizando para poder estar competindo entre os primeiros colocados.

ODV: qual é o veículo que você utiliza?

Charles: utilizo um gol ano 1986 e ando na categoria D-TB (dianteira turbo B).

ODV: qual é o investimento que você já fez no seu carro?

Charles: hoje se for colocar na ponta do lápis, os investimentos já ultrapassam o valor de 70 mil reais.

ODV: você tem patrocinadores para praticar o esporte?

11039607_604870449656705_302680267_o

Foto: Hot Campinas

Charles: conto com apenas um patrocinador que me ajuda com inscrições, o restante é com recurso do próprio bolso, tendo em vista que para esse tipo de esporte a dificuldade é maior de conseguir.

ODV: fale sobre seus resultados.

Charles: melhor desempenho foi no ano de 2013 como o vice campeão, tendo em vista que o campeonato é muito competitivo com vários pilotos do estado de SC, PR, RS e SP.

ODV: o que é necessário para praticar o arrancadão, além do óbvio?

Charles: é preciso, claro, ter o carro, ver qual a categoria que você queira disputar. É preciso você se filiar na Federação Catarinense de Automobilismo, ter os itens de segurança necessários (capacete, cinco três pontas, protetor cervical e Santo Antônio para a melhor segurança).

ODV: Brusque está bem representada?

Charles: Brusque tem alguns pilotos em diversas categorias que também brigam para trazer títulos para a cidade.

ODV: qual a mensagem que você deixa para os futuros praticantes?

11028270_604870429656707_813233571_o

Foto: Camila Savelli

Charles: que corram atrás de seus objetivos, que não desanimem porque, afinal, vão ter vários desafios, podendo ter bons e ruins resultados, com os imprevistos que podem acontecer com seu carro. Só gostaria de fazer um agradecimento as pessoas que estão em minha volta, torcendo por mim, sempre me apoiando e, principalmente, a minha família e a equipe F1 Preparações, por estar sempre junto nos apoiando.

Campeonato Catarinense

Charles se prepara para brigar pelas primeiras posições no Campeonato Catarinense de Arrancada 2015. A primeira etapa acontece entre os dias 6 e 8 de março, no BC Speedway Dragster Park, em Balneário Camboriú, próximo do túnel do Morro do Boi, às margens da BR 101. O carro vem sendo preparado há três anos pela equipe F1 Preparações. Entre os investimentos está um novo motor, a fim de deixar o carro mais competitivo. “E trazer este título para Brusque!”, destaca Donini.

por Wilson Schmidt Junior

Publicado por Olhar do Vale

Avalie essa notícia

Os comentários serão analisados pelo editor do site e podem ser excluidos caso contenham conteúdo discriminatório, calunioso ou difamador. O nosso objetivo é promover a discussão de ideias entre os internautas. Esteja ciente que comentando aqui você assume responsabilidade pela sua opinião.