Unifebe Vargas Neni TEVAH

Ao marcar 12 anos de história, Viva Sport Academia traz um novo conceito para Brusque

_DSC8216

A Viva Sport Academia, localizada no bairro Santa Rita, completa neste mês de agosto 12 anos de fundação. E para comemorar a data realizou uma mudança total no seu interior. A partir de agora, os alunos que frequentam a academia e os novos inscritos podem ter treinamentos funcionais integrados à musculação, com treinos mais intensos, rápidos e divertidos para incrementar a busca por mais qualidade de vida. E o que é melhor: os exercícios funcionais geram mais resultados para os objetivos de quem praticar a atividade.

O projeto foi desenvolvido pelo consultor de empresas e profissional de Educação Física Fernando Tadeu, de 36 anos. Fernando se revela um apaixonado pelo mundo do fitness business. Já foi professor de musculação, personal trainer e gerente de academia. O projeto da reforma foi realizado pelo arquiteto Vitor Cervi.

De acordo com ele, o mercado de academias ainda é muito atrasado em relação aos outros mercados, mesmo o Brasil sendo o segundo país do mundo em número de academias. E Fernando tem a missão de vida de mudar esse cenário: “Quero tornar o Brasil uma referência em gestão de academias”, afirma.

Vontade essa que encontrou respaldo jundo aos diretores da Viva. Ele conta como surgiu a ideia: ” Em março deste ano participei do congresso da International Health Rackett Sports Association (IHRSA), que é uma associação representativa das academias e indústrias e serviços do fitness mundial,   em Los Angeles e notei que as principais empresas de equipamento não expuseram equipamentos de musculação na feira, a ênfase estava em treinamento funcional e em aplicativos e tecnologias de treinamento. Nos dias seguintes visitei algumas academias em Los Angeles e notei que a maioria delas usam ou estão migrando para esse modelo conceitual, inclusive aquelas mais tradicionais da musculação. Aquelas que não estão neste conceito são as de baixo preço/baixo custo, com mensalidades a  10 dólares, ou estão em dificuldades financeiras”, explica.

A partir do momento que a direção da Viva comprou a ideia e quis se adaptar a esta nova tendência mundial, o consultor e a equipe de professores da academia construíram um cronograma de trabalho.  Ele explica que mais do que tudo é importante uma mudança de mentalidade: “Até agora, quando pensamos em academia, imaginamos muitas máquinas e esteiras. O que fizemos foi readequar o espaço e fazer com que as máquinas e esteiras deixassem de ser o carro-chefe”, pontua.

Importância do treinamento funcional

Mas qual a importância de treinamentos como este? De acordo com Tadeu o treinamento funcional nos deixa prontos para os desafios do cotidiano. “Precisamos de força, flexibilidade, condicionamento físico para cumprir tarefas como andar, manter-se com boa postura, ficar sentado de forma ereta, dirigir, correr e etc”, analisa.

E com todas estas mudanças, a expectativa do consultor e toda equipe da Viva é a melhor possível. “Esperamos atrair para a Viva um público que nunca frequentou academia. Temos somente 4,4% da população praticando atividade física em academias. E acredito que parte disso se deve ao fato de a musculação por si só não ser dinâmica e divertida. Aliar a musculação ao treinamento funcional vai deixar a prática menos monótona”, finaliza o consultor.

As mudanças na Viva não param por aí. Em breve mais novidades em termos de equipamentos e acessórios chegarão na academia. Confira algumas fotos da reinauguração da Viva:

 

Por Anderson Vieira

Publicado por Olhar do Vale

Avalie essa notícia

Os comentários serão analisados pelo editor do site e podem ser excluidos caso contenham conteúdo discriminatório, calunioso ou difamador. O nosso objetivo é promover a discussão de ideias entre os internautas. Esteja ciente que comentando aqui você assume responsabilidade pela sua opinião.