Unifebe Brusque Vargas Têxtil

Abel estreia neste sábado na Superliga B

Jogo ocorre a partir das 18h, na cidade de Curitiba, capital paranaense;

Foto: divulgação -

Foto: divulgação –

Curitiba/Brusque – A partir deste sábado, 21 de janeiro, sete equipes começam a briga por uma vaga na elite do voleibol brasileiro com o início da quarta edição da Superliga B feminina. A competição nesta temporada contará com representantes do Paraná, Santa Catarina e São Paulo; e terá atletas consagradas e técnicos com grande histórico no cenário internacional. Duas partidas abrirão a rodada inaugural.

Em casa, o Clube Curitibano/BRH-Sulflex (PR), que tem campeões olímpicos dentro e fora de quadra, recebe a Abel Havan Brusque (SC), no ginásio do clube Curitibano, na capital paranaense, às 18h. Ouro em Barcelona, nas Olímpiadas de 1992, Jorge Édson é o treinador do time de Curitiba e está otimista em relação à temporada.

“É um privilégio dirigir uma equipe na Superliga B, que dá acesso à principal competição do país. E ainda mais com o nível do campeonato crescendo a cada ano. Tenho a expectativa de ter uma grande experiência ao enfrentar outros treinadores com bastante gabarito. A competição é curta, mas tenho certeza que os jogos irão ficar cada vez melhores a cada rodada”, disse Jorge Édson, que terá a campeã olímpica Valeskinha como capitã da equipe.

Pelo lado do Brusque, o treinador Maurício Thomas, tricampeão mundial com as seleções de base feminina do Brasil, é um dos fundadores da associação que promove o voleibol no município catarinense e se diz bastante contente com a volta da equipe a uma competição nacional.

“Temos grande expectativa pelo retorno de Brusque ao cenário do voleibol nacional. Estamos muito contentes. A empolgação é grande entre todos os envolvidos. Será um grande desafio. Me sinto privilegiado em estar neste projeto. Queremos fazer o nosso melhor, mas sabemos que o campeonato é bastante difícil”, contou Maurício.

No outro jogo do sábado o ADC Bradesco (SC) enfrenta o ACV/UnoChapecó/Orbenk (SC), às 15h, no ginásio Bradesco, em Osasco (SP). E, completando a rodada, nesta terça-feira (24.01), o Clube Recreativo Barueri (SP), do técnico José Roberto Guimarães, joga com o São José dos Pinhais. O São Bernardo Vôlei (SP) fica de fora e estreia apenas na segunda jornada, no dia 29 de janeiro.

Superliga B Feminina 2017

Primeira rodada

21 de janeiro – DC Bradesco (SP) x ACV/UnoChapecó/Orbenk (SC) – Ginásio Bradesco, em Osasco (SP), às 15h

21 de janeiro – Clube Curitibano/BRH-Sulflex (PR) x Abel Havan Brusque (SC) – Clube Curitibano, em Curitiba (PR), às 18h

24 de janeiro – Grêmio Recreativo Barueri (SP) x São José dos Pinhais (SP) – José Correa, em Barueri (SP), às 19h30.

por Assessoria de Imprensa

Publicado por Olhar do Vale

Avalie essa notícia

Os comentários serão analisados pelo editor do site e podem ser excluidos caso contenham conteúdo discriminatório, calunioso ou difamador. O nosso objetivo é promover a discussão de ideias entre os internautas. Esteja ciente que comentando aqui você assume responsabilidade pela sua opinião.