Unifebe Vargas Neni TEVAH

UNIFEBE recebe representantes de instituto de tecnologia alemão

Além de Brusque, a comitiva alemã também passou por outras instituições de Santa Catarina, Paraná e Rio Grande do Sul.

comitiva-alema-unifebe (1)

Foto: Unifebe –

A comitiva alemã do Instituto de Tecnologia de Karlsruhe – KIT, que visitou o Centro Universitário de Brusque – UNIFEBE no sábado, 11, levará boas recordações do Brasil quando retornar a Karlsruhe.

Em Brusque, o grupo formado por sete pesquisadores e uma assessora do KIT conheceu o campus Santa Terezinha e participou de uma reunião com o reitor Günther Lother Pertschy, o pró-reitor de Ensino de Graduação Claudemir Aparecido Lopes e o coordenador dos cursos de Engenharia Mecânica e Engenharia de Produção Denis Boing.

No gabinete do reitor, eles conheceram um pouco mais sobre a história do município e assistiram ao vídeo institucional da UNIFEBE. Na ocasião, Boing apresentou alguns dos projetos de pesquisa desenvolvidos pelo Centro de Tecnologia e Inovação em Fabricação – CTIF, que será inaugurado no mês de agosto.

“Essa visita foi importante para estreitar laços com os representantes do KIT. Firmar parceria com esse renomado instituto representa um importante apoio internacional para nossas pesquisas, além de proporcionar intercâmbios entre os nossos estudantes e os deles”, declara o coordenador.

Segundo o reitor Pertschy a UNIFEBE sente-se muito satisfeita com os resultados do encontro. “Eles desenvolvem trabalhos de última geração e no sábado puderam notar que somos uma universidade muito jovem, mas com muita vontade e um poder de iniciativa muito favorável. Tudo isso aliado aos recursos que nós já temos para desenvolver algumas linhas de pesquisa”, conta.

Em breve a instituição pode firmar parceria com o KIT. “As percepções deles em relação à instituição, às nossas empresas e ao município, criaram um quadro muito positivo para que nós, em breve, possamos contar com o KIT em algumas linhas de pesquisa e também na questão da mobilidade. Eles querem muito receber nossos acadêmicos e também enviar seus estudantes e pesquisadores para a nossa universidade e para as nossas empresas”, adianta.

Parceria

O grupo visitou o Centro de Tecnologia e Inovação em Fabricação – CTIF e elogiou as instalações da universidade brusquense. Em entrevista, o diretor do Centrum Elementarteilchen und Astroteilchenphysik do KIT (Centro de Partículas Elementares e Astropartículas), Johannes Blümer, definiu a UNIFEBE como uma jovem e dinâmica universidade.

Também acompanharam o roteiro no campus Santa Terezinha o secretário de Desenvolvimento Regional de Brusque Ewaldo Ristow Filho, o presidente da Associação Cultural Catarinense de Intercâmbio e Cultura – ACIC, Valdir Riffel, o presidente da Associação Empresarial de Brusque – ACIBr, Edemar Fischer e outros empresários.

Após a programação, a comitiva foi convidada a experimentar diversas frutas típicas brasileiras, entre elas:Graviola, Goiaba, Manga, Caqui, Tangerina e Carambola. Um dos pesquisadores elogiou a hospitalidade brusquense. “Já passamos por vários locais durante essa viagem, mas esta foi a melhor recepção que tivemos”, disse.

A última parte da visita contou com um bate-papo com integrantes de diversos setores da economia brusquense, entre eles: o presidente da Câmara de Vereadores de Brusque Jean Pirola e o superintendente da FUNDEMA, Cristiano Olinger, representante do prefeito municipal. Os presentes fizeram perguntas sobre inovação, tecnologia, pesquisas desenvolvidas no KIT, entre outras.

Além de Brusque, a comitiva alemã também passou por outras instituições de Santa Catarina, Paraná e Rio Grande do Sul.

Publicado por Olhar do Vale

Avalie essa notícia

Os comentários serão analisados pelo editor do site e podem ser excluidos caso contenham conteúdo discriminatório, calunioso ou difamador. O nosso objetivo é promover a discussão de ideias entre os internautas. Esteja ciente que comentando aqui você assume responsabilidade pela sua opinião.