Unifebe Vargas Neni TEVAH

Representante da Florida Poly visita UNIFEBE e reafirma parceria

florida-poly-visita-mustapha (1)

 

Para traçar estratégias e definir quais projetos serão desenvolvidos em parceria, a UNIFEBE recebe a partir desta segunda-feira, 8 de agosto, a visita do diretor associado de Estudos Internacionais da Universidade Politécnica da Flórida (Florida Poly) Mustapha Achoubane.

Até sexta-feira, 12 de agosto, Achoubane participa de diversos compromissos no campus Santa Terezinha e em empresas parceiras do Centro de Tecnologia e Inovação em Fabricação da instituição (CTIF).

Na quinta-feira, o representante da Florida Poly promove uma palestra aos acadêmicos dos cursos de Engenharia de Produção, Engenharia Mecânica e Sistemas de Informação, para falar sobre oportunidades de intercâmbio. O evento será realizado no auditório do Bloco C, a partir das 19 horas.

Cooperação Internacional

A UNIFEBE e a Florida Poly formalizaram parceria no mês de fevereiro quando o reitor Günther Lother Pertschy viajou à Flórida para assinatura do acordo de cooperação internacional com a Florida Poly. Segundo Achoubane, a UNIFEBE foi escolhida por compartilhar da mesma filosofia da universidade estadunidense.

— Nossa área de trabalho é voltada para Ciência, Tecnologia, Engenharia e Matemática e percebemos que a UNIFEBE tem o mesmo interesse que o nosso voltado para a área da inovação, despontando em sua região como destaque nas áreas de Engenharia — conta.

Segundo Achoubane, o objetivo é que a partir de maio de 2017 um grupo de acadêmicos da Florida Poly inicie intercâmbio na UNIFEBE e faça estágio no CTIF e em empresas parceiras.

Internacionalização

Para o reitor, a parceria com a Florida Poly deve render bons frutos, tanto para os acadêmicos das duas instituições, quanto para o desenvolvimento de suas comunidades.

— Somos similares por termos o mesmo formato de pensar o futuro. E essa parceria é perfeita para nós, já que estamos buscando cada vez mais transformar nossos cursos de engenharia uma referência para região. Estamos muito satisfeitos com o resultado alcançado até agora e tenho certeza de que essa oportunidade será um grande diferencial para o currículo de nossos estudantes — explica o reitor.

Segundo o coordenador do CTIF Denis Boing o momento é histórico para a instituição.

— Temos uma história recente nas engenharias, sete anos. E uma oportunidade como esta trará um grande impacto para a nossa história. Imagine cursar um semestre fora, em uma universidade como a Florida Poly e voltar com essa experiência, tanto da área, como de visão de mundo. É um grande passo — diz Boing.

Publicado por Olhar do Vale

Avalie essa notícia

Os comentários serão analisados pelo editor do site e podem ser excluidos caso contenham conteúdo discriminatório, calunioso ou difamador. O nosso objetivo é promover a discussão de ideias entre os internautas. Esteja ciente que comentando aqui você assume responsabilidade pela sua opinião.