Unifebe Vargas Neni

Nesta quinta tem eleições nas escolas estaduais

Alunos, professores e funcionários votam;

Foto: ilustração ODV -

Foto: ilustração ODV –

Brusque – Alunos, professores e funcionários das escolas estaduais de todo o estado de Santa Catarina irão às urnas durante esta quinta-feira, 26, para a escolha dos novos diretores que tomarão posse no ano de 2016. É a primeira vez que o método será adotado no estado, já que, até então, o cargo era definido através de indicação político/partidária, principalmente de deputados da base aliada do governo estadual.

A votação ocorre das 7h até às 22h. Os alunos que votarem durante o período de aula não precisam apresentar documentação. Já os que votarem nos contraturnos só poderão o fazer mediante apresentação de documento com foto. Em Brusque, a única escola que não tem candidatos é a Escola de Educação Básica Padre Lux. Neste caso, a Gerência Regional de Educação (Gered) é quem indica um novo diretor.

De acordo com o Gerente de Educação da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Regional (SDR) de Brusque, Rodrigo Cesari, o processo é fruto do desejo de toda comunidade escolar e professores para democratizar a escolha de diretores.

Alguns dos quesitos básicos exigem que o educador seja funcionário efetivo do Estado, já tenha passado pelo estágio probatório com o mesmo homologado no Diário Oficial, que o candidato não tenha nenhuma falta injustificada nos últimos cinco anos e que o professor não tenha sofrido nenhuma penalidade disciplinar ou administrativa na sua carreira de professor.

“Os professores que apresentem esses quesitos podem se candidatar em qualquer escola de Santa Catarina. Ele está apto. Não precisa ser professor daquela escola para se candidatar naquela escola. Pode ser em qualquer uma do estado”, Explicou Cesari.

Pais, alunos, funcionários da escola e professores irão votar, mas não nos candidatos e, sim, em seus planos de gestão. “A comunidade escolar vai escolher o melhor plano de gestão para que ela possa escolher o representante para administrar a escola”, afirma. A Gered irá fiscalizar o cumprimento do plano de gestão do candidato que for eleito. Caso o mesmo não for cumprido satisfatoriamente, o diretor ficará impossibilitado de concorrer à reeleição.

por Wilson Schmidt Junior

Publicado por Olhar do Vale

Avalie essa notícia

Os comentários serão analisados pelo editor do site e podem ser excluidos caso contenham conteúdo discriminatório, calunioso ou difamador. O nosso objetivo é promover a discussão de ideias entre os internautas. Esteja ciente que comentando aqui você assume responsabilidade pela sua opinião.