Unifebe Vargas

Diretor do IFC Brusque fala acerca de cancelamento de licitação

Questão serve para atrasar ainda mais obras que já estão paradas desde 2011;

ANTONIO

Foto: Portal ODV – Brusque

A construção do Instituto Federal Catarinense (IFC) em Brusque já se tornou mais uma novela infra-estrutural. Nesta semana, em mais um dramático capítulo, a licitação que providenciaria a continuidade das obras foi cancelada, atendendo decisão da Justiça Federal que analisa o questionamento de uma empresa daqui do município sobre as várias exigências que constam no edital, alegando que possa existir um direcionamento no certame.

De acordo com Antonio Alir Dias Raitani Júnior, diretor geral do IFC Brusque, a procuradoria da instituição já entrou com recurso junto à Advocacia Geral da União (AGU), responsável pela defesa, sendo que é esperado para os próximos dias um parecer favorável, possibilitando a execução de uma nova corrida de preços.

“O Tribunal de Contas da União (que cancelou a licitação) fez com que a gente emitisse um parecer técnico acerca dos questionamentos feitos por esta empresa, que trata principalmente da capacidade técnica. O nível de exigência da capacidade técnica das empresas para participar. A gente não quer que tenha obras paradas, por isso as exigências”, ressalta Antonio, dizendo que o mesmo edital utilizado no caso de Brusque já foi usado em todo o país, em mais de 200 casos.

Para ele, o recurso que era destinado à obra terá que ser novamente realocado no ano de 2015. Porém, ele está otimista e garante que não haverá problemas para tal. “Claro que é preciso fazer mais gestão, explicar todas as situações, pra gente reaver o recurso. A gente espera que isso seja resolvido ainda este ano para conseguirmos empenhar o recurso necessário para iniciar. O do ano que vem é para dar continuidade”, afirma.

Com a construção brecada desde meados de 2011, o diretor do IFC Brusque afirma, durante entrevista, que vários cursos que já poderiam estar sendo oferecidos tiveram de ser adiados. Já existe possibilidade de vagas para mais de 20 professores, além da abertura de outros cursos técnicos.

Publicado por Olhar do Vale

Avalie essa notícia

Os comentários serão analisados pelo editor do site e podem ser excluidos caso contenham conteúdo discriminatório, calunioso ou difamador. O nosso objetivo é promover a discussão de ideias entre os internautas. Esteja ciente que comentando aqui você assume responsabilidade pela sua opinião.