Unifebe Brusque Vargas Têxtil

Alunos da EEB Ivo Silveira paralisam aulas em prol dos professores

Manifesto foi influenciado pelo novo plano do magistério proposto pelo Governo do Estado;

20150406_102804 (800x577)

Foto: Wilson Schmidt Junior –

Brusque – Dezenas de alunos do ensino médio da Escola de Educação Básica Governador Ivo Silveira, localizada no Bairro Águas Claras, paralisaram suas aulas na manhã desta segunda-feira (6), em prol de melhores salários para os professores. Munidos de apitos, cartazes e gritando palavras de ordem, nem parecia que a maioria dos que ali estavam sequer completaram a maioridade, tamanho o interesse na causa.

De acordo com a aluna Bianca, uma das organizadores da manifestação, o movimento foi orquestrado a partir da vontade dos alunos, recebendo o total apoio dos professores. A parada estudantil teve como influência a repercussão negativa que o novo plano do magistério, feito pelo Governo do Estado, está tendo entre os docentes. “Além de estarmos apoiando os professores, é um ensino democrático pra nós (…) foi uma ideia de todos os alunos, os professores concordaram, gostaram bastante. Sem contar que é nosso direito”, afirma.

Para o professor que quis se identificar apenas como Fábio, o plano do Governo do Estado é muito polêmico. Apesar de ter vários pontos positivos, ele destacou questões que colocam, para ele, várias dúvidas sobre a verdadeira intenção da Secretaria de Estado de Educação (SED) na matéria. “Faltam muitos esclarecimentos e está ficando difícil pros professores tomar uma posição. Mas a atitude dos alunos é louvável porque é isso que procuramos ensinar em sala de aula. Que eles tenham iniciativa, que eles sejam cidadãos, que democracia é isso, que as coisas não acontecem se a gente ficar sentado e não se manifestar”, diz. Para ele, foram os docentes que receberam uma aula de cidadania nesta manhã.

Fábio afirma que o movimento não é isolado e que é preciso rever alguns conceitos. “Que o governo perceba isso. Os alunos estão aqui com autorização dos pais, que não estão contentes”, finaliza.

Para entender

A medida provisória de número 98, conhecida como o novo plano de magistério, é o centro de uma discussão entre governo e o sindicato dos professores estaduais (Sinte). Os professores afirmam que a MP divide a categoria por priorizar efetivos e prejudicar os Admitidos em Caráter Temporários (ACTs) que, em março, eram um terço do total.

O gerente de educação da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Regional (SDR) de Brusque, Rodrigo Cesari, porém, discorda disso. Segundo ele, o que ocorreu é que o governo Colombo, de 2010 à 2014, aumentou o piso salarial dos temporários em 178%, de R$ 609 para R$ 1697. Agora, diz ele, o foco são os professores de carreira, motivo pelo qual os ACTs estão organizando levantes estado afora. “Todos querem ganhar mais. E realmente devia ganhar muito mais. Mesmo assim, Santa Catarina é um dos estados que mais pagam os professores”.

Sobre a greve organizada pelos alunos da EEB Ivo Silveira, Cesari relatou que os docentes, por conta da baixa adesão à greve na 16ª SDR, estão incitando os alunos a fazer paralisação por eles. “Não somos contra a greve, pelo contrário, é um direito que cada um tem. Só que tem que ser organizada e bem feita, senão vira bagunça. No Osvaldo Reis não teve nenhum responsável, nenhum adulto organizando, sem apoio da Polícia Militar. Muitos alunos os pais nem sabem o que está acontecendo. No Ivo Silveira alguns pais mandaram os alunos voltar pra sala. O professor acaba influenciando o aluno para reivindicar os direitos dos professores (…) podem fazer greve, mas jogar pros alunos uma responsabilidade que não é deles acaba os prejudicando. Acho um golpe muito baixo”, finaliza.

Na regional de Brusque, segundo o gerente de educação, cerca de 12 professores aderiram à greve do Sinte. Porém, espera-se que até o final do dia mais alguns sejam incluídos, do colégio Monsenhor Gregório Locks.

20150406_103830 (800x598)

Foto: Wilson Schmidt Junior

20150406_102751 (800x588)

Foto: Wilson Schmidt Junior

20150406_102725 (800x589)

Foto: Wilson Schmidt Junior

por Wilson Schmidt Junior

Publicado por Olhar do Vale

Avalie essa notícia

Os comentários serão analisados pelo editor do site e podem ser excluidos caso contenham conteúdo discriminatório, calunioso ou difamador. O nosso objetivo é promover a discussão de ideias entre os internautas. Esteja ciente que comentando aqui você assume responsabilidade pela sua opinião.