Unifebe Brusque Vargas Têxtil

Aluno com autismo se destaca nas artes

“No decorrer do ano percebemos que ele tinha muita habilidade para a pintura e começamos a incentivar essa habilidade nele”, revela a professora Catia Medeiros;

Foto: divulgação -

Foto: divulgação –

Guabiruba – Lucas Adilson Pedrini tem 17 anos, mora no bairro Guabiruba Sul e estuda na Escola de Educação Básica Professor João Boos. Ele desenha e pinta girassóis. Também pessoas, casas e objetos. Já fez exposição de seus quadros na escola e sua história virou livro nas mãos da professora Catia Medeiros Correia Gastaldi: Além da Sala de Aula.

É nas telas não mais utilizadas pelas estamparias que Lucas pinta seus quadros. Alguns ele até vende para poder comprar tintas e pinceis, embora goste mesmo é de presentear as pessoas com suas obras de arte. Já desenhou para a diretora, professora, familiares e para o prefeito, Matias Kohler, como forma de agradecimento às tintas cedidas pela Fundação Cultural. No quadro está ele em frente da Escola João Boos.

No início do ano, Lucas não saia do ônibus sozinho. Portador do Transtorno do Espectro Autista, apresentava dificuldades de comunicação e interação social. Aos poucos, foi dominando a escola, interagindo com os estudantes e apesar de não ser adepto ao contato físico, passou a gostar do abraço.

“No decorrer do ano percebemos que ele tinha muita habilidade para a pintura e começamos a incentivar essa habilidade nele”, revela a professora Catia.

Professora e aluno, acompanhados da diretora da escola, Rosinei Ana dos Reis, estiveram na Prefeitura para a entrega de um quadro ao prefeito nesta semana. A diretora explicou que o Lucas tem um grau severo de autismo e chegou à escola com muita dificuldade na socialização.

“A primeira etapa foi a conquista de um segundo professor para auxiliá-lo e a vinda desse segundo professor ajudou Lucas a ser mais independente e descobrir sua habilidade mais forte”, destaca a diretora, frisando que ele cursa o Ensino Médio Inovador.

Atualmente a escola atende um estudante com deficiência visual, duas alunas com baixa visão e a previsão é que no próximo ano cerca de cinco novos alunos com alguma especialidade iniciem seus estudos na escola.

por Assessoria de Imprensa

Publicado por Olhar do Vale

Avalie essa notícia

Os comentários serão analisados pelo editor do site e podem ser excluidos caso contenham conteúdo discriminatório, calunioso ou difamador. O nosso objetivo é promover a discussão de ideias entre os internautas. Esteja ciente que comentando aqui você assume responsabilidade pela sua opinião.