Unifebe Vargas Neni TEVAH

Sebrae e prefeitura de Guabiruba realizam 1º Seminário do Plano de Desenvolvimento Integrado do Turismo Sustentável

 O Programa Cidade Empreendedora, desenvolvido pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas em Santa Catarina (SEBRAE/SC) com o objetivo de desenvolver a economia local através de um conjunto de ações, continua à todo o vapor na cidade de Guabiruba.

Após efetuar estudos preliminares e o diagnóstico do turismo no município durante os meses de julho e agosto, os resultados obtidos serão apresentados no 1º Seminário Participativo do Plano de Desenvolvimento Integrado do Turismo Sustentável (PDITS). Na oportunidade, os participantes irão analisar as fraquezas e forças, além das dificuldades e oportunidades  encontradas durante os dois meses de avaliação. O evento, que contará com palestra de Carlos Capellini e Amanda Morasco, consultores do SEBRAE, ocorrerá próximo dia 19 de setembro, das 8h30 às 18h, no Salão Nobre da prefeitura local.

Após formulado, o PDITS terá como objetivo principal formular condutas que desenvolvam de forma integrada e sustentável o setor turístico de Guabiruba, associando a valorização cultural, a preservação ambiental e a participação comunitária, tendo como resultado final a geração de emprego e renda. “Serão orientadores básicos dos futuros investimentos na atividade turística do município, tanto no que se refere ao poder público, quanto em relação a possíveis parcerias e investimentos oriundos do setor privado. Esperamos toda a comunidade para que possamos discutir essa área econômica tão importante”, ressalta o coordenador regional do SEBRAE/SC, Alcides Sgrott Filho.

De acordo com o diretor de Turismo e Desenvolvimento Econômico Sustentável da Prefeitura de Guabiruba, Sidnei Dematé, saber as potencialidades e as deficiências do setor turístico da cidade, tanto nos comércios, quanto nos atrativos, é o primeiro caminho para o desenvolvimento da importante área econômica. “Buscamos elaborar o Plano Municipal de Turismo e as diretrizes que se seguirão, para sabermos qual caminho tomar. Hoje temos um foco turístico pequeno, mas para ter um crescimento coordenado e coerente, precisamos dessas diretrizes, que serão elaboradas junto com a população”, enfatiza.

Programação

08h30 – Abertura dos trabalhos;

08h45 – Apresentação da metodologia de trabalho;

09h – Apresentação do diagnóstico de turismo;

10h30 – Coffee break;

11h – Trabalhos de análise SWOT;

12h30 – Almoço (livre);

14h – Continuação dos trabalhos de análise SWOT;

15h30 – Coffee break;

16h – Workshop de identificação do grau de importância de cada força e fraqueza identificada;

18h – Encerramento.

Publicado por Olhar do Vale

Avalie essa notícia

Os comentários serão analisados pelo editor do site e podem ser excluidos caso contenham conteúdo discriminatório, calunioso ou difamador. O nosso objetivo é promover a discussão de ideias entre os internautas. Esteja ciente que comentando aqui você assume responsabilidade pela sua opinião.