Unifebe Vargas Neni TEVAH

Empresa de Brusque sonegou R$ 2,3 milhões, diz Receita Federal

Órgão apreendeu cargas de carretas que estavam no pátio da empresa.

receita-federal

Foto: ilustração –

Uma importadora de Brusque teve a carga de  quatro carretas apreendidas pela Receita Federal de Blumenau.  A carga estava no pátio da empresa e marcou o fim de uma investigação de três meses da Receita Federal de Blumenau. O fato ocorreu nesta terça-feira (30).

 A investigação deu iniciou e culminou com a interceptação no dia de ontem após  a equipe de Repressão das Infrações Aduaneiras constatar que a empresa, sediada em Brusque, fraudava o valor das mercadorias que vinham da China e entravam no Brasil através do Porto de Itajaí.

De acordo com delegado responsável pelo caso, Jaime Böger, apenas 30% do valor efetivo dos produtos era declarado à Receita Federal, enquanto os outros 70% eram sonegados.

O delegado afirma que a investigação apontou que desde 2008, data em que a empresa foi fundada, 65 importações, que totalizariam uma média de R$ 7 milhões, teriam sido feitas. Entretanto, apenas R$ 3 milhões desse valor foram declarados. Segundo o delegado o valor da sonegação chega a  aproximadamente R$ 2,3 milhões em impostos federais.

Até o momento ninguém foi detido.

por Anderson Vieira

 

Publicado por Olhar do Vale

Avalie essa notícia

Os comentários serão analisados pelo editor do site e podem ser excluidos caso contenham conteúdo discriminatório, calunioso ou difamador. O nosso objetivo é promover a discussão de ideias entre os internautas. Esteja ciente que comentando aqui você assume responsabilidade pela sua opinião.