Unifebe Vargas TEVAH

“Eles saem pessoas transformadas”, diz Adriana Loch, líder do Empretec, que chega ao fim de mais uma edição em Brusque

17 alunos participaram dos seis dias de aula do curso, organizado pelo SEBRAE e pelo SIMMEBr;

Foto: Wilson Schmidt Junior -

Foto: Wilson Schmidt Junior –

Brusque – “50 anos nessa vida de empresário e fui descobrir só agora que fazia tudo errado”. A declaração é de Roberto Augusto Melo, proprietário da TK Indústria e Comércio de Vestuários, de Brusque, e também participante de mais uma edição do Empretec, que chegou ao fim na manhã deste sábado, 29 de abril.

O curso, organizado pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE) em Brusque, com a parceria do Sindicato das Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e de Material Elétrico de Brusque (SIMMEbr), teve seis dias de duração e ocorreu no edifício da Centro Empresarial, Social e Cultural de Brusque (Cescb), reunindo 17 alunos na edição 2017, entre empresários e colaboradores de empresas da região.

O grande objetivo do Empretec é repassar vivências, com foco em comportamentos empreendedores de sucesso. Práticas essas reconhecidas, inclusive, pela Organização das Nações Unidas (ONU). “Eles entraram de um jeito, mergulharam conosco nessa metodologia internacional bem-sucedida, e saem pessoas transformadas. Conseguiram enxergar o que fazem de correto, de adequado; e conseguiram enxergar algumas coisas que fazem de errado, o que estava prejudicando eles na hora de ganhar mais dinheiro, de prosperar e, porque não, de serem mais ricos e felizes”, disse Adriana Loch, líder do curso pelo SEBRAE.

Coube a ela e, também ao facilitador, Joacir Gonçalves, repassar ensinamentos valiosos para toda a turma. Dois deles, talvez os principais, se resumem em basear a atividade profissional no estabelecimento de metas e, acima de tudo, planejar. Onde estou? Onde quero chegar? “Normalmente no brasileiro é uma característica muito baixa. De forma geral, não temos o hábito de planejar. Muitas vezes vamos por tentativa e erro e o erro muitas vezes custa caro. Custa até uma empresa, em alguns casos. Eles aprendem a correr riscos calculados, a identificar oportunidades, ter iniciativa, resolver problemas, entre outros”, explica Adriana.

Lembra do Roberto, lá no início da reportagem? De tanto que saiu satisfeito, ele pretende, agora, colocar seus colaboradores do setor administrativo na próxima edição do curso. “Hoje estou com outro pensamento, outros objetivos. Hoje percebo que tenho condições de aumentar minha produção (…) o que tenho comigo é que daqui pra frente vai mudar e vai mudar pra melhor (…) tenho duas funcionárias que deixei encarregadas da minha fábrica. O que vai acontecer é que ano que vem elas irão fazer o Empretec. Eu vou organizar minha fábrica de modo que os meus funcionários do alto escalão vão fazer o Empretec”, finaliza.

Visão compartilhada pelo “empreteco” Valdir Debatin, sócio-proprietário da Auto Eletro Baterias LTDA., também de Brusque. “Eu trabalho há 32 anos. Tudo que aprendemos aqui, 80% a gente não aplicava dentro da empresa. Se eu soubesse disso naquela época, com certeza o empreendimento estaria bem melhor (…) pra quem eu puder indicar, principalmente pro pessoal mais jovem, que está começando o seu negócio, vai abrir uma grande luz. Eu indico pra todos eles”.

O Empretec foi igualmente transformador para Daniela Colzani, estilista e diretora do Istituto Di Moda Burgo. Conforme a gestora, só quem vivencia o curso é capaz de compreender as transformações que o mesmo é capaz de gerar no ambiente organizacional. “Muda totalmente. Talvez o ponto mais importante é que você começa a observar que você fica perdido quando não tem metas e não planeja”, diz.

por Wilson Schmidt Junior

Publicado por Olhar do Vale

Avalie essa notícia

Os comentários serão analisados pelo editor do site e podem ser excluidos caso contenham conteúdo discriminatório, calunioso ou difamador. O nosso objetivo é promover a discussão de ideias entre os internautas. Esteja ciente que comentando aqui você assume responsabilidade pela sua opinião.