Unifebe Brusque Vargas Têxtil

Comitiva de Tubarão conhece modelo do Estacionamento Rotativo de Brusque

Uma comitiva de lideranças de Tubarão, formada por representantes da CDL, Prefeitura e Sindicato, esteve na última quarta-feira, (06), em Brusque reunida com diretores da Câmara de Dirigentes Lojistas de Brusque;

Foto: divulgação -

Foto: divulgação –

Brusque – Em Brusque, a comitiva foi recebida pelo presidente da CDL, Michel Gartner Belli e pelo gestor executivo, Carlos Eduardo Vieira, ambos explicaram como funciona a gestão do estacionamento rotativo da Área Azul para toda a comitiva que veio composta pelo presidente da CDL de Tubarão, Luciano Menezes, o presidente do SINDILOJAS de Tubarão Harisson Marcon Cachoeira, o diretor executivo da CDL de Tubarão, Felipe Antunes Nascimento, o secretário de segurança e patrimônio, Flávio Martins, o diretor de compras e licitações da Prefeitura de Tubarão, Mateus Espindola; o diretor financeiro da ACIT, Mário Rafael Silvestre; o diretor executivo da ACIT, Antônio Carlos Silvério e o chefe de gabinete da Prefeitura de Tubarão, Carlos Fernando Bairros Ferreira.

Para o presidente da CDL de Tubarão, Luciano Menezes este é o momento de trocar ideias e experiências com quem é referencia na gestão. “Estamos aqui por que tivemos um problema crônico em nossa cidade, e escolhemos Brusque por ser uma referência em termos de administração. E o processo de instalação é parecido com o que queremos instalar em Tubarão então viemos trocar experiências e gradativamente iremos fazer um novo projeto e aprimorar com o tempo”, explica Menezes.

A comitiva veio à Brusque conhecer a forma de gestão do Estacionamento Rotativo Área Azul que está sob a responsabilidade da CDL. Em Tubarão quem controlava o estacionamento rotativo era uma empresa terceirizada de Minas Gerais, segundo o chefe de gabinete da prefeitura de Tubarão, Carlos Fernando Bairros Ferreira. “Nós tínhamos um estacionamento rotativo, uma empresa operava o sistema, uma tecnologia de ponta, mas a empresa era de Minas Gerais e acabou não atendendo os requisitos necessários ao longo do tempo, e fomos obrigados a rescindir o contrato. Decidimos vir a Brusque conhecer a modalidade que é administrada pela CDL e é uma referencia para nós”, frisa Ferreira.

A implantação de um sistema desses envolve custo e logística e nada melhor que essa troca de experiência pra ver o que já erraram e já acertaram. Com essas informações a gente tem um parâmetro do que levar para a nossa cidade que seja interessante, afirma o presidente do SINDILOJAS de Tubarão, Harisson Marcon Cachoeira. “Em Tubarão temos um problema muito sério em relação ao estacionamento, nosso centro não é tão grande e as vagas de estacionamento são poucas, e acontece de os próprios lojistas ocuparem essas vagas e consequentemente acabam tirando as vagas dos consumidores que acabam reclamando. Resolvemos então vir à Brusque conhecer o gerenciamento e administração da Área Azul junto à CDL de Brusque, tirando ideias e referências para colocar em prática em nossa cidade. Queremos solucionar o nosso problema e sabemos que Brusque tem um grande nohaw para nos fornecer por isso escolhemos vir até aqui”, ressalta Cachoeira.

CDL de Tubarão e ACIT unindo forças

Mário Rafael Silvestre Prudêncio diretor financeiro da Associação Empresarial de Tubarão também esteve entre a comitiva que veio à Brusque conhecer o modelo do estacionamento da Área Azul e destaca que essa parceria entre as duas entidades acontece em todos os municípios. “Essa parceria entre CDL e a ACIT facilita muito os trabalhos em conjunto, queremos criar o nosso próprio modelo, e com essa visita à Brusque conseguimos aproveitar o trabalho que já vem sendo desenvolvido aqui e vamos levar para Tubarão as coisas boas que já foram adquiridas com esse modelo”, completa Prudêncio.

O estacionamento rotativo de Brusque denominado “ÁREA AZUL”, foi criado em 1990, através do decreto 2359/90. Com objetivo de promover a rotatividade das ruas centrais, disciplinando o espaço urbano e permitindo maior oferta de estacionamento.

Para os carros estacionados nestas ruas, a CDL oferece o benefício de permanecer gratuitamente por 30 minutos, após isso, o consumidor pode adquirir o cartão da Área Azul no valor de R$ 1,00 (um real) que lhe dá o direito de permanecer por 1 hora, sendo o máximo permitido.

Se o consumidor não adquirir o cartão, será notificado pelo monitor. Essa notificação tem o custo de R$ 2,00 (dois reais) se for paga no mesmo dia.

E de R$ 5,00 (cinco reais) no dia seguinte. A mesma pode ser paga em até 5 dias após o recebimento da notificação, para as monitoras e na CDL. Se não houver o pagamento até o 6º dia, a notificação é encaminhada para o SETRAM, o qual irá gerar multa.

Objetivo Principal do Estacionamento Rotativo Área Azul

Para o presidente da CDL, Michel Gartner Belli o objetivo principal é oferecer maior qualidade, confiança e principalmente maior rotatividade, trazendo um benefício comum a todos os usuários. O estacionamento rotativo controlado e gerenciado pela CDL tem hoje 600 vagas distribuídas em 12 ruas. O trabalho de fiscalização do uso do cartão é de responsabilidade de sete monitoras e os cartões são exigidos entre às 08h00 e 12h00 e das 14h00 às 18h00.

Pontos de Venda e Regularização dos Cartões da Área Azul
Loja Lemus Sport (Em frente a Praça Barão de Schneeburg).
Loja Lemus filial 5 (Ao lado do Shopping Gracher).
Fs Cicle Bike Center (Na subida do morro do Cônsul).
CDL – Rua Pedro Werner, 180 – 2º andar.

Horário de funcionamento da Área Azul:
Das 08:00 as 12: 00 e das 14:00 as 18:00 de segunda a sexta feira.

por Assessoria de Imprensa

Publicado por Olhar do Vale

Avalie essa notícia

Os comentários serão analisados pelo editor do site e podem ser excluidos caso contenham conteúdo discriminatório, calunioso ou difamador. O nosso objetivo é promover a discussão de ideias entre os internautas. Esteja ciente que comentando aqui você assume responsabilidade pela sua opinião.