Unifebe Vargas PREFEITURA

AmpeBr recebe a vista de participantes do O “Desafio Universitário Empreendedor”

Visita fez parte de uma missão técnica, com o grupo de 25 universitários de todo o país;

Foto: divulgação -

Foto: divulgação –

Brusque – Universitário dos estados de Pernambuco, Piauí, Ceará, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, e do Distrito Federal, acompanhados de professores e de representantes do Sebrae, estiveram na tarde de terça-feira, 12 de julho, na sede da Associação das Micro e Pequenas Empresas de Brusque e Região (AmpeBr). A visita fez parte da missão técnica do programa Desafio Universitário Empreendedor, desenvolvido pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), que tem como objetivo estimular atitudes empreendedoras e preparar jovens universitários para os desafios do mercado, capacitando, desenvolvendo e aprimorando habilidades corporativas.

Na programação da missão, o grupo esteve em diversas empresas e entidades de Santa Catarina, das áreas de tecnologia e informação, indústrias e fábricas do setor calçadista e têxtil. Na AmpeBr, a comitiva foi recebida por integrantes da diretoria da entidade, que conheceu a estrutura da associação, as ações e serviços realizados em prol das micro e pequenas empresas, e o case de sucesso da Pronegócio, que ocorre quatro vezes ao ano em Brusque e cada vez mais fortalece o mercado e garante emprego e renda para milhares de pessoas e sustentabilidade para centenas de empresas do setor têxtil da região.

“Temos um grupo muito heterogêneo de estudantes que participam do Desafio e estamos visitando várias áreas econômicas e cases para nos inspira, trocar ideias e conhecimento. Não conhecíamos Brusque, Florianópolis, e foi extremamente válido acompanhar os processos dos locais que visitamos. Poder conhecer o trabalho da AmpeBr, ver como a associação se uniu, reinventou, fortaleceu o mercado, e sobreviveu às crises, foi algo fantástico. Parabéns à entidade pelo belo trabalho”, declarou ao longo do encontro o gestor do Sebrae Nacional, Vitor Farias Correia.

Veia empreendedora

Entre os estudantes que participaram da visita, estava Caio Damasceno, 24 anos, que cursa Engenharia Elétrica na Universidade Federal do Piauí (UFPI). Ele, que ficou na terceira colocação geral do Desafio em 2015, se surpreendeu ao conhecer as ações da AmpeBr e a cultura empreendedora de Santa Catarina. “Desde que chegamos aqui vimos o quanto as pessoas querem sair da zona de conforto e crescer. E isso é contagiante, é diferente da nossa realidade. Nunca imaginei conhecer cidades de até cem mil habitantes com indústrias, empresas e setores comerciais tão fortes. A AmpeBr foi uma entidade que através do associativismo e a cooperação de todos consegue crescer, ter tecnologia de ponta em seus laboratórios, oferecer serviços para seus associados e aumentar a competitividade no mercado. Aprendemos muito com esse case, que com certeza nos inspirou para nossos futuros negócios”, opinou.

Para o presidente da AmpeBr, Luiz Carlos Rosin, a visita foi significativa, já que trouxe jovens das mais variadas partes do país que levaram o exemplo da AmpeBr para suas cidades. “Passamos um pouco do nosso conhecimento para eles, a forma como trabalhamos, a importância do associativismo, do método que usamos, enfim, informações que eles poderão usar nas universidades ou em seus futuros negócios. Acredito que eles saíram satisfeitos e além da AmpeBr, foi uma oportunidade de eles conhecem os demais setores da nossa cidade e da nossa economia, além de outros municípios da região. Isso faz com que tenhamos uma representatividade ainda maior no mundo dos negócios, a partir do momento que temos um case e ele se torna referência para o país, o que nos orgulha bastante”, comentou Rosin.

Saiba mais

O Desafio Universitário Empreendedor é uma competição nacional de caráter educacional desenvolvida pelo Sebrae. É composta de atividades virtuais e presenciais que integram, em torno de um ranking, todas as ações do Sebrae e possíveis parceiros para o público universitário. Entre seus objetivos, o programa procura desenvolver competências entre professores e estudantes, para gerenciar pequenos negócios e aprimorar habilidades corporativas a partir de jogos empresariais e outras soluções educacionais; e disponibilizar ferramentas pedagógicas complementares para o ensino do empreendedorismo e gestão de negócios.

por Assessoria de Imprensa

Publicado por Olhar do Vale

Avalie essa notícia

Os comentários serão analisados pelo editor do site e podem ser excluidos caso contenham conteúdo discriminatório, calunioso ou difamador. O nosso objetivo é promover a discussão de ideias entre os internautas. Esteja ciente que comentando aqui você assume responsabilidade pela sua opinião.