Unifebe Vargas Câmara

42ª Pronegócio chega ao fim atingindo mais de um milhão de peças vendidas

IMG_9172

Meta cumprida com sucesso ao final dos cinco dias da maior rodada de confecções do país, a Pronegócio. O evento, que chegou à sua 42ª edição, apresentou a coleção Alto Verão 2018 de diversas empresas de Santa Catarina, para mais de 600 clientes, vindos de todo Brasil. Realizado pela Associação das Micro e Pequenas Empresas de Brusque e Região (AmpeBr), com o apoio do Sebrae/SC, a rodada aconteceu no Pavilhão da Fenarreco, em Brusque, de 21 a 25 de agosto. Durante uma semana, os clientes puderam conferir as coleções apresentadas nos setores feminino, masculino, infantil, moda praia, fitness e cama e banho, e negociar diretamente com os fabricantes.

A movimentação foi intensa nos cinco dias da rodada, e a meta estabelecida pela AmpeBr, de comercializar um milhão de peças, foi atingida nas primeiras horas do evento na sexta-feira, 25. De acordo com o presidente da entidade, Ademir José Jorge, o sentimento de toda diretoria é de missão cumprida. “Conseguimos ultrapassar nossa meta e estamos muito felizes. A diretoria toda comemora porque é mais uma etapa vencida. Sabemos que muitas empresas dependem da Pronegócio e com isso temos a responsabilidade de fazer bons eventos para garantir cada vez mais empregos e renda, para o nosso município e região, e até para o nosso estado. Os fornecedores todos estão contentes, pois agora têm pedidos em suas empresas até o final do ano. Foi um grande evento”, ressalta.

Lúcia Milani Fischer, da Camisaria Milani, é uma das que comemora o sucesso de mais uma edição da rodada. A marca participa do evento há muitos anos, e enxerga a Pronegócio como uma excelente oportunidade para fidelizar clientes e conquistar novos parceiros de negócios. “Sempre ficamos ansiosos pela realização do evento, com nossa coleção, que desenvolvemos com tanto carinho para agradar clientes de todo país. E a cada ano que passa a rodada está ficando mais bonita, os organizadores estão sempre dispostos a melhorar o evento, e isso é muito gratificante para nós, pois vemos o quanto os clientes gostam do nosso produto e o quanto se sentem acolhidos pela rodada”, comenta.

Ainda segundo o presidente da AmpeBr, os números da 42ª Pronegócio tendem a aumentar nessa semana pós-rodada, já que muitas empresas participam, analisam as peças, marcam as referências e posteriormente mandam os pedidos para os fabricantes.

 

Complexidade do evento

A Pronegócio é realizada em Brusque há 21 anos. Esta 42ª edição, ocupou uma área de quatro mil metros quadrados do Pavilhão da Fenarreco, contando com showroom, boxes de negociações, restaurante, sala vip, salas para os compradores, e toda estrutura que abriga o staff da rodada.

Além disso, o evento conta com um sistema operacional próprio, desenvolvido para agilizar os processos de retirada dos pedidos. “É uma complexidade muito grande toda estrutura que montamos para esses cinco dias. Instalamos uma rede de internet wi-fi forte, para dar conta de atender todas as negociações, já que os pedidos são tirados pelo computador ou tablet. Também criamos um portal para onde vão esses pedidos, após um minuto da venda efetivada. Isso garante à empresa acessar e imprimir esse pedido de qualquer parte do país. São inovações que fizemos investimentos, para melhorar a qualidade do atendimento”, garante o presidente da AmpeBr.

Concluída esta edição da rodada, agora a diretoria começa a planejar a 43ª Pronegócio, que será realizada de 7 a 10 de novembro e apresentará a coleção Outono/Inverno 2018. “Já fizemos o convite para os fornecedores e vendedores que participaram conosco da 42ª edição e agora partimos para a organização de mais uma grandiosa rodada”, enfatiza Ademir.

 

Primeiras experiências

 

Nesta edição de Alto Verão, a Pronegócio recebeu clientes de 14 estados brasileiros. Muitos deles, que já participam da rodada há anos, outros, no entanto, chegaram pela primeira vez. Como é o caso de Maria Lucia Soldera, que veio de Americana (SP). Com uma rede de 12 lojas na região, ela recebeu a visita em 2015 dos diretores da AmpeBr em uma viagem de prospecção e agora, dois anos depois, resolveu conhecer a rodada de negócios de Brusque. “O evento é muito bem organizado. Os produtos são excelentes, de qualidade, com cores e estampas alinhadas com as tendências. Além disso, a negociação direta com os fabricantes também é ótima. As peças estão dentro do que procuramos e valeu muito à pena ter vindo. Esperamos que o que estamos levando daqui tenha boa aceitação, para continuarmos marcando presença nas próximas edições da rodada”, comentou.

Assim como ela, os empresários Ailton Rodrigues Vasconcelos e Jacilaine Mochi Vasconcelos conheceram pela primeira vez o evento organizado pela AmpeBr, após um convite da diretoria da entidade. Da cidade de Dourados (MS), eles percorrem cerca de 1.100 quilômetros para conferir as novidades do Alto Verão 2018 oferecidas pelas empresas participantes da Pronegócio. “É um evento bem diferente do que imaginamos. Vimos que as coleções têm uma qualidade muito boa e o contato direto com alguns fabricantes é ótimo, pois nos oferece um leque de negociações. Vamos ver como será a saída dessa mercadoria em nossas lojas, mas já pretendemos voltar nas próximas vezes. Até porque sabemos que não é vindo apenas uma vez que vamos conseguir conhecer todos os fornecedores”, avaliou Jacilaine. Além de conhecer a rodada, os planos do casal também são de visitar a região, até então desconhecida pela empresária, ao longo do final de semana, fomentando o turismo local.

 

Profissionalização do setor

O Sebrae/SC é parceiro da AmpeBr na realização da Pronegócio. Mais do que atuar junto à diretoria da entidade, através de um planejamento estratégico para a realização do evento, o trabalho em conjunto também visa a profissionalização do setor.

“A 42ª edição da Pronegócio encerra com grande sucesso e isso é importante porque mantém as nossas empresas em produção, o que gera emprego, renda e faz com que o dinheiro fique no município e na região. O evento permite que empresários de todo o país tenham acesso ao nosso mercado e o resultado são números favoráveis, que nos estimulam a manter esta estrutura de vendas que reúne as micro e pequenas empresas”, afirma o coordenador regional do Sebrae da Foz do Itajaí, Alcides Sgrott Filho.

Segundo ele, a parceria firmada entre as duas entidades tem ações planejadas para os anos de 2017 e 2018. “Estamos, neste momento, executando um projeto piloto que envolve mais de 10 empresas. O objetivo é atuar na parte de consultoria, melhoria de produto e criação. Para que o mercado se aqueça é necessário estar mais por dentro da moda, ser criativo, agregar valor e oferecer peças diferenciadas”, explica Sgrott.

Além disso, o Sebrae também oferece workshops nas áreas de marketing digital e moda, para que mais empresas associadas à AmpeBr tenham acesso ao conhecimento que faz diferença na estruturação do próprio negócio. “O nosso cenário é bastante favorável ao crescimento porque tem respaldo da entidade e das empresas. Quando isso acontece, a tendência é o sucesso”, observa.

Publicado por Olhar do Vale

Avalie essa notícia

Os comentários serão analisados pelo editor do site e podem ser excluidos caso contenham conteúdo discriminatório, calunioso ou difamador. O nosso objetivo é promover a discussão de ideias entre os internautas. Esteja ciente que comentando aqui você assume responsabilidade pela sua opinião.