Unifebe Vargas Neni TEVAH

1º Mutirão do Procon será realizado na UNIFEBE de 4 a 6 de setembro

Nos dias 4, 5 e 6 de setembro a UNIFEBE, o Procon e o Poder Judiciário de Santa Catarina realizam o primeiro Mutirão do Procon de Brusque, que tem o objetivo de solucionar conflitos da competência do Direito do Consumidor.
As mediações serão realizadas no Bloco A do Campus Santa Terezinha da UNIFEBE pelos acadêmicos de Direito do Núcleo de Prática Jurídica da Instituição, com o apoio do Juizado Especial Cível e Criminal de Brusque, das 9h às 11h e das 13h30 às 17h. Por este motivo o NPJ não terá expediente de atendimento durante o Mutirão do Procon. No dia 4 as atividades serão simuladas e nos dias 5 e 6 ocorrem os atendimentos efetivos à comunidade.
Atualmente, as principais reclamações que chegam ao Procon estão relacionadas às telecomunicações: internet, telefonia e TV, mas o órgão tem encontrado um número satisfatório de resoluções, que gira em torno de 80%.
A coordenadora do NPJ da UNIFEBE, Adriana Bina da Silveira, explica que serão realizadas simultaneamente seis audiências de conciliação com intervalos médios de meia hora.
— Assim, em menos de dois dias, poderemos proporcionar resultados modernos, positivos e rápidos à sociedade, contribuindo para o acesso mais eficaz à Justiça. Nossa expectativa é que sejam realizadas mais de 100 sessões de conciliação, previamente agendadas — conta.
Segundo o diretor do Procon, Fábio Caetano Pereira, a intenção é buscar conciliações entre as partes de maneira mais tranquila, além de otimizar o tempo na solução das demandas de forma a satisfazer a necessidade dos interessados.
— O fator tempo e a satisfação dos envolvidos nestas gerações de consumo é primordial. Temos uma política de prevenção. Trabalhamos para evitar essas demandas, ou permitir que elas se prolonguem. Vemos que os próprios fornecedores têm procurado evitar esse processo que é desgastante — comenta.
Serviço
1º Mutirão do Procon
Quando: 4,5, e 6 de setembro
Local: Bloco A – UNIFEBE

Publicado por Olhar do Vale

Avalie essa notícia

Os comentários serão analisados pelo editor do site e podem ser excluidos caso contenham conteúdo discriminatório, calunioso ou difamador. O nosso objetivo é promover a discussão de ideias entre os internautas. Esteja ciente que comentando aqui você assume responsabilidade pela sua opinião.