Unifebe Vargas Neni TEVAH

Oficina teatral será ministrada em Brusque no fim de semana

A Cia Híbridos de Teatro (Brusque) oferece nos dias 23 e 24 de setembro a oficina teatral intitulada “Ator Criador e Intérprete”. A oficina tem como objetivo proporcionar ao público da regional de Brusque a oportunidade de ter sua primeira experiência com as artes cênicas. Com duração de 12H/aula, a oficina é dividida em duas etapas, pensadas e estruturadas pelo diretor da Cia Híbridos e professor de teatro da Fundação Cultural de Brusque Silvio José da Luz, conhecido na cena artística de Brusque por estar à frente da direção de espetáculos como “A Ilha Deserta”, e “Ao Som dos Teares”. As inscrições podem ser feitas através do e-mail: ciahibridosdeteatro@gmail.com, basta enviar nome completo e número de cpf. Mais informações na página; facebook.com/ciahibridosdeteatro.

Ementa da oficina: O trabalho partirá de exercícios psicofísicos e vocais a fim de se desenvolver o trabalho do ator sobre si. Incluindo jogos de cena e improvisações que contarão com a experiência de vida dos alunos; o ator na relação com o texto e dinamização das partituras criadas no decorrer da oficina.

Ficha Técnica:

Ministrante: Cia Híbridos de Teatro
Coordenação: Silvio José da Luz
Público alvo: Estudantes, atores, e todos os interessados por teatro (30 vagas).

Carga horária: 12 h/a – distribuídas da seguinte forma:
DATAS: 23/09 e 24/09
Sábado: 9h00min. às 12h. / 13h30min. às 17h30min.
Domingo: 9h00 às 14h.

Local: R. Felipe Schmidt, 56 – Centro 1, Brusque. Ed. Comercial Anna. Sala no segundo andar, acima do restaurante Donna Dunna.

Valor: R$: 50 por inscrição.

Faixa etária: Livre.

Sobre a Cia Híbridos:

A Cia. Híbridos de Teatro, formada principalmente por egressos do curso de teatro da Fundação Cultural de Brusque, nasceu em agosto de 2015, sob a orientação do diretor Silvio José da Luz. No mesmo ano, seus integrantes participaram do Projeto “Dramaturgia – Leituras em Cena”, do SESC, oportunidade em que o elenco começou a trabalhar com o texto A Ilha Deserta. O contato com a obra do argentino Roberto Arlt inspirou a montagem do espetáculo homônimo, contemplado com recursos do Fundo Municipal de Apoio à Cultura de Brusque e Guabiruba (Ano 2016) para a circulação nos municípios.

 

Publicado por Olhar do Vale

Avalie essa notícia

Os comentários serão analisados pelo editor do site e podem ser excluidos caso contenham conteúdo discriminatório, calunioso ou difamador. O nosso objetivo é promover a discussão de ideias entre os internautas. Esteja ciente que comentando aqui você assume responsabilidade pela sua opinião.