Unifebe Vargas

Espetáculo teatral “A Ilha Deserta” será apresentado no Colégio João Boos

Apresentação da Cia Híbridos de Teatro será dia 22 de julho, às 20h30. Entrada é gratuita e aberta à comunidade;

Foto: José Luiz Silva -

Foto: José Luiz Silva –

Guabiruba – E se pudéssemos viver os últimos anos de vida que nos restam em uma ilha deserta, à sombra de uma palmeira, sem pensar em horários? Onde não haja juízes, nem divórcios, nem cobradores de impostos, nem guardas… Os funcionários de um tradicional escritório contábil se permitem sonhar com essa possibilidade e reorganizar suas próprias existências em “A Ilha Deserta”, espetáculo teatral que a Cia Híbridos de Teatro apresenta na sexta-feira, 22 de julho, às 20h30, no Colégio Estadual Professor João Boos, Centro de Guabiruba.

A entrada é gratuita, aberta ao público, e a classificação indicativa, livre. “A Ilha Deserta” está entre os projetos culturais contemplados este ano com recursos do Fundo Municipal de Apoio à Cultura (Edital no 001/2016) da Prefeitura de Guabiruba, por meio da Fundação Cultural e do Conselho de Cultura municipais. Até o fim de outubro, a Cia Híbridos fará outras cinco apresentações do espetáculo à comunidade guabirubense.

Cada sessão representa para o elenco uma inédita experiência de levar à fruição popular a montagem adaptada do texto escrito pelo argentino Roberto Arlt, conforme destaca Jenifer Schlindwein, guabirubense e atriz da companhia teatral. “Na peça, o violento contraste entre a imobilidade rotineira, burocrática, física e mental do ambiente de trabalho e a vista que se vislumbra do décimo andar onde se passa a trama – de onde é possível enxergar o sol, o horizonte, o mar e, principalmente, os navios que chegam e partem – provoca uma pequena revolução”, adianta a artista.

A direção do espetáculo “A Ilha Deserta” ficou a cargo do diretor e professor de Teatro Silvio José da Luz. Luciano Mafra assina a cenografia e Giba de Oliveira, a iluminação. Os atores e as atrizes escaladas para as apresentações em Guabiruba são profissionais de diferentes áreas do saber, todos com vivência e experiência no campo das Artes Cênicas.

Híbridos – A Cia Híbridos de Teatro e Produções Artísticas, formada principalmente por alunos oriundos do curso de teatro da Fundação Cultural de Brusque, nasceu em agosto de 2015, em Brusque (SC), sob a orientação de Silvio José da Luz. No mesmo ano, seus integrantes participaram do Projeto “Dramaturgia – Leituras em Cena”, do SESC, oportunidade em que o elenco conheceu e começou a trabalhar com o texto A Ilha Deserta, atividade que inspirou a montagem do espetáculo homônimo que passa agora a circular por Guabiruba.

por Assessoria de Imprensa

Publicado por Olhar do Vale

Avalie essa notícia

Os comentários serão analisados pelo editor do site e podem ser excluidos caso contenham conteúdo discriminatório, calunioso ou difamador. O nosso objetivo é promover a discussão de ideias entre os internautas. Esteja ciente que comentando aqui você assume responsabilidade pela sua opinião.