Unifebe Vargas TEVAH

Especial Rainhas: 30º Reinado – Ionara Liési Tiecker/2015

0468b88a7c33ef03aa2757dc219f6ced

Chegamos ao 30º reinado, nossa última rainha desses 30 anos de história da Festa mais gostosa do Brasil. Já tivemos loiras, morenas, altas, baixas, mas o mais importante todas elas tiveram orgulho e guardam lembranças maravilhosas de suas participações.

Nossa história de hoje, começa com a última rainha do evento, que ainda está aproveitando os últimos momentos de seu reinado. Ionara é a nossa última homenageada da série especial rainhas e nos conta como começou a fazer parte desta história.

Segundo ela, a preparação para o concurso foi bem intensa, muitos estudos e pesquisas sobre a cidade e a festa, para ficar tudo afinado e na ponta da língua. Protagonista de sua história, a soberana conta que teve muitas ideias para o concurso “desde o que fazer para preparar minha torcida, ate definir o que falaria para os jurados, e por isso tive que escrever vários discursos, até finalmente um me agradar. Depois de definido, comecei a trabalhar minha oratória, algo que eu sabia que seria muito importante, tanto na hora da escolha, quanto depois de eleita”, explica.

Para que tudo ocorresse como gostaria, contou com a ajuda de todos os colegas de trabalho, que incansavelmente a ouviam todos os dias, e faz um agradecimento especial “meu agradecimento vai aqueles que estiveram ao meu lado, me apoiando quando o quesito foi fazer uma torcida organizada, me incentivando para eu ir em frente e seguir meu sonho” agradece.

O olhar da soberana mudou muito desde que começou a trabalhar e representar o evento, antes o que parecia apenas uma festa típica, transformou-se em um grande evento com potencial de divulgação cultural, onde uma grande equipe dedicada trabalha muito e muitas vezes troca sua casa pelo trabalho, para fazer a festa cada vez melhor.

Mesmo que tenha ouvido insinuações sobre o trabalho da corte não servir para nada, ou ser um gasto de dinheiro público, até mesmo que o concurso é comprado, Ionara nunca deu atenção para este tipo de comentário, porque acredita no trabalho que é realizado e nas pessoas que fazem o evento acontecer.

Para ela uma oportunidade única e que com certeza ela vai demonstrar e conversar com as candidatas deste ano. Para as meninas que ainda não se candidataram e tem esse sonho a 30ª Rainha incentiva e acrescenta “Se tiver um sonho, siga em frente. Independente de classe social, cor, ou religião, vale a pena tentar, pois o reconhecimento e o orgulho que se sente ao fazer esse trabalho é muito gratificante”, declara.

 

Por: Fernanda de Freitas

Fotos: Secom – Arquivo Pessoal

Publicado por Olhar do Vale

Avalie essa notícia

Os comentários serão analisados pelo editor do site e podem ser excluidos caso contenham conteúdo discriminatório, calunioso ou difamador. O nosso objetivo é promover a discussão de ideias entre os internautas. Esteja ciente que comentando aqui você assume responsabilidade pela sua opinião.