Unifebe Vargas Neni TEVAH

Cozinheira de escola tem receita selecionada em concurso nacional

crianças comendo rocambole de tilápia com biomassa de banana verde 2

Peixe e legumes não estão entre os alimentos preferidos das crianças da Escola Municipal de Educação Infantil Tia Angélika, do bairro Imigrantes, em Guabiruba, mas quando viram rocambole funcional de tilápia com biomassa de banana verde, o prato ganha nova forma e fica mais atrativo aos olhos e paladar dos alunos.

A transformação passa pelas mãos da cozinheira Rosane Morais de Rezende, 47 anos, que trabalha há quase três anos na rede de ensino de Guabiruba e criou a receita com a ajuda das nutricionistas do Programa de Alimentação Escolar do município. “O objetivo foi incluir os alimentos que as crianças não aceitam bem utilizando os produtos que estão no cardápio escolar”, conta Rosane.

A receita foi inscrita na 2a edição do Concurso Melhores Receitas da Alimentação Escolar, do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), e selecionada na primeira etapa e seguirá para as etapas estadual, regional e nacional. O objetivo do concurso é valorizar o papel das merendeiras na promoção da alimentação saudável e adequada no ambiente escolar.

Foi uma surpresa ser selecionada e, claro, gostaria de vencer o concurso, mas isso será consequência do mais importante, que é a alimentação saudável e gostosa para as crianças”, diz a cozinheira, que tem fama de inventar pratos atrativos com produtos saudáveis. “A Rosane gosta de cozinhar e variar o cardápio. É uma boa cozinheira”, fala a diretora da escola Edina Mikiewicz Desplanches.

A nutricionista do Programa da Alimentação Escolar da Secretaria Municipal de Educação, Anelise Fischer, explica que as cozinheiras das escolas possuem autonomia na construção das receitas, respeitando os alimentos que fazem parte da merenda. Ela também comenta que o desafio da receita de Rosane era utilizar a biomassa de banana verde, fruta entregue pela agricultura familiar, sem utilização de farinha.

A participação no concurso envolveu os alunos, que tiveram o contato com os produtos, aprenderam sobre eles e só depois experimentaram a receita”, conta Anelise, que espera ver a criação de Rosane servir de inspiração para outras cozinheiras.

Mais informações sobre o concurso podem ser conferidas no site http://melhoresreceitas.mec.gov.br/.

Conheça a receita:

INGREDIENTES

Peso Bruto (g)

Total

Peso Líquido (g)

Total

Medida caseira

Filé de tilápia

1kg

1kg

Biomassa de banana verde

500g

Cenoura

230g

200g

Couve-flor

150g

150g

Brócolis

150g

150g

Vagem

160g

150g

Sal refinado

12g

Tempero verde

2 c/sopa

Cebola

2csopa

Fermento químico

1 c/sobremesa

Gema de ovo

1

Modo de preparo

1. Cozinhar a tilápia com 2 litros de água por 15 minutos. Após este tempo escorrer o peixe e secar bem. Desfie o peixe cozido. Adicione ao peixe a biomassa fresca, o tempero verde, a cebola, o sal e o fermento. Misture bem com as mãos até formar uma massa homogênea.

2. Refogue a cenoura, o brócolis, a couve-flor e a vagem.

3. Abra a massa em uma bancada e coloque os legumes sobre a massa. Com delicadeza enrole a massa, mantendo os legumes dentro. Pincele 1 gema de ovo batido em cima da massa e leve ao forno.

4. Asse em forno preaquecido por 40 a 45 minutos.

Biomassa de Banana Verde

Coloque água até a metade de uma panela de pressão e leve para ferver. Assim que levantar fervura, adicione as bananas verdes com casca. Tampe a panela e deixe em fogo alto até começarr a pressão. Assim que a pressão iniciar, abaixe o fogo e marque 7 minutos. Apague o fogo e espere a pressão acabar. Retire as bananas da água com uma escumadeira ou pegador. Descasque-as ainda quentes, use um garfo para auxiliar e para não queimar as mãos. Coloque as bananas ainda quentes no liquidificador e bata até formar um creme, acrescente uma concha da água do cozimento das bananas para ajudar a bater.

Publicado por Olhar do Vale

Avalie essa notícia

Os comentários serão analisados pelo editor do site e podem ser excluidos caso contenham conteúdo discriminatório, calunioso ou difamador. O nosso objetivo é promover a discussão de ideias entre os internautas. Esteja ciente que comentando aqui você assume responsabilidade pela sua opinião.