Unifebe Vargas Neni TEVAH

Clube Caça e Tiro Araújo Brusque celebra seus 150 anos com a Kleines Deutsches Fest

Comemorações do sesquicentenário reuniram um grande público durante todo sábado, 9 de julho, durante a “Pequena Festa Alemã”;

Foto: divulgação -

Foto: divulgação –

Brusque – A história do Clube de Caça e Tiro Araújo Brusque foi enaltecida na manhã de sábado, 9 de julho, durante solenidade que marcou os 150 anos de trajetória do Clube, fundado em 14 de julho de 1866. Autoridades, associados, diretoria, ex-presidentes, equipes de tiro e convidados participaram do evento, que contou com a apresentação do Grupo do Canto Alemão, e com um momento histórico: o descerramento da placa comemorativa aos sesquicentenário do Clube.

“É um clube que marca a história da nossa cidade. Ele foi fundado oficialmente seis anos depois do surgimento da colônia. Acredito até que os colonizadores já se reuniam antes e, no dia 14 de julho de 1866 eles formalizaram a fundação do Clube, com a primeira ata e o primeiro estatuto. Um estatuto bem simplório, até porque nossa colônia era pequena, com poucos imigrantes à época. Essa iniciativa veio acender uma chama que se expandiu, e fez com que chegássemos hoje aos 150 anos de existência. É um momento de suma importância que marca toda nossa cidade e do nosso Estado também”, comentou na oportunidade o presidente licenciado, Ewaldo Ristow Filho.

Destaque para Santa Catarina

O prefeito de Brusque, José Luiz Cunha, e o presidente da Câmara Municipal de Brusque, Roberto Pedro Prudêncio Neto, também participaram da solenidade, e enalteceram a o papel social e esportivo do Clube para o município.

O presidente da Santur, Valdir Walendowsky, fez questão de prestigiar as comemorações do sesquicentenário com sua família e também ressaltou a atuação do Clube Caça e Tiro Araújo Brusque no desenvolvimento social e cultural da cidade, além do caráter associativista implementado pela entidade. “A Fenarreco começou aqui, e tenho lembranças ótimas do grupo de pessoas que junto com o Caça e Tiro desenvolveram um evento que é importante para Santa Catarina, que junto com as demais festas tornou o Estado como o que tem o maior circuito de festas de outubro do Brasil. O Caça e Tiro foi fundamental nesse momento e tomara que ele continue sendo o Clube que é, congregando as famílias, congregando várias gerações. Hoje estamos revendo várias pessoas que conviveram e que continuam sendo sócias, honrando esse título de Clube mais antigo em atividade do país. Que bom que o Caça e Tiro demonstra essa longevidade e esse lado cultural. Parabéns a entidade por esta data tão importante”, destacou.

Para o presidente interino do Clube, Armando Jair Imhof, celebrar os 150 anos do Caça e Tiro é uma honra para todos os que fizeram e fazem parte dessa história. “Estou há 42 anos no Clube, ele faz parte da minha vida, é o Clube da minha família. Fico feliz ao ver que meus três filhos são envolvidos também e que a história continuará a ser contada”, revelou.

Kleines Deutsches Fest

Após a solenidade dos 150 anos, e o descerramento da placa do sesquicentenário do Clube, o público de mais de 300 pessoas pode aproveitar a Kleines Deutsches Fest, a ‘Pequena Festa Alemã’ durante todo o sábado. Com cardápio típico e muito chope artesanal, a festa foi animada pela Tropical Band, que com muita música alemã contagiou os grupos de famílias e amigos, e relembrou as antigas festas de tradição germânicas celebradas nos salões do clube.

por Assessoria de Imprensa

Publicado por Olhar do Vale

Avalie essa notícia

Os comentários serão analisados pelo editor do site e podem ser excluidos caso contenham conteúdo discriminatório, calunioso ou difamador. O nosso objetivo é promover a discussão de ideias entre os internautas. Esteja ciente que comentando aqui você assume responsabilidade pela sua opinião.