Unifebe Vargas Câmara

Brusque e Karlsruhe assinam acordo pelo clima

Em viagem realizada pela comitiva brusquense à Alemanha, Brusque e o distrito de Karlsruhe assinaram um acordo de cooperação para a realização dos projetos previstos pelo plano de ação ambiental das “50 parcerias municipais para o clima”. O acordo foi firmado pelo presidente distrital Sr. Dr. Christoph Schinaudigel e, representando o prefeito municipal, pelo superintendente da Fundação Municipal do Meio Ambiente de Brusque e professor da UNIFEBE Cristiano Olinger, que coordena o projeto desde 2015.
Também estiveram presentes durante a solenidade de assinatura o Sr. Egon Klefenz, presidente da BSG e ex-prefeito de Karlsdorf-Neuthard, que é um dos grandes idealizadores da parceria entre o Distrito e Brusque, o diretor do Departamento Administrativo e Tesoureiro Distrital Sr. Ragnar Waterroth, além da equipe técnica do distrito de Karlsruhe, da delegação de Brusque, convidados e outras autoridades locais.
Parceria
A parceria prevê a realização de dois projetos que fazem parte do plano de ação inicial “50 parcerias municipais para o clima até 2015” entre Brasil e Alemanha. São eles: “Criação de estações SMIGHT no município de Brusque” e “Adaptação da iluminação de ruas para luminárias LED”.
— A assinatura desse convênio vem concretizar as ações que planejamos há dois anos. Até o momento nós havíamos voltado os nossos esforços para definir ações para os próximos anos. Agora, conseguimos este fomento internacional que possibilitará a concretização de todas essas ações, como a troca da iluminação pública por LED, em locais a serem definidos, eficiência enérgica, e também implementação de energias limpas com a possibilidade de termos carros elétricos no município, por exemplo. Brusque só tem a ganhar com essa parceria — explica o superintendente Olinger.
Os recursos para a realização desses projetos são provenientes do Distrito de Karlsruhe, que recebe verbas do Ministério de Cooperação Econômica e do Desenvolvimento da República Federativa da Alemanha.
A UNIFEBE é parceira do município de Brusque desde o início e tem contribuído com pesquisas, elaboração e execução dos projetos, com apoio de professores dos cursos de Arquitetura e Urbanismo e das Engenharias.
Segundo o reitor da UNIFEBE Günther Lother Pertschy, a parceria aumenta o otimismo sobre a continuidade da iniciativa.
— Este é um momento muito positivo para as duas regiões, e também de muita seriedade em relação aquilo que já foi feito e aos futuros passos. Inclusive, há a possibilidade da criação de uma agência que trate desse assunto na região de Brusque, e compartilharemos isso também com a equipe da Alemanha. Consequentemente, poderemos criar algo inédito no país em relação ao trato de mudanças climáticas, colocando Brusque e a própria UNIFEBE como pioneiras nesse tipo de estudo e alternativas para questões relacionadas ao clima — afirma.
Em andamento
Na ocasião, foram apresentadas as ações já realizadas pelos municípios parceiros, como a campanha “Pedalar pelo Município”, que incentiva o uso da bicicleta como meio de transporte sustentável. Durante a campanha, foram pedalados mais de 32 mil quilômetros em Brusque, evitando a emissão de aproximadamente 5 mil quilos de C02 no meio ambiente. O resultado impressionou os parceiros alemães.
— Também foram expostos na reunião os próximos passos do plano de ação, que compreendem a implementação do Projeto Sairinhas (Fundema) nas escolas do distrito de Karlsruhe, Workshop sobre Mobilidade Urbana Sustentável na UNIFEBE em novembro de 2017, visita da delegação alemã a Brusque, projeto para cálculo do potencial energético solar dos telhados em Brusque, e implementação de uma instalação fotovoltaica, projeto para mobilidade urbana sustentável no município e desenvolvimento de um projeto de e-car/e-bike sharing (compartilhamento de veículos elétricos), entre outros — explica o coordenador do projeto Olinger.
Fizeram parte da comitiva brusquense que esteve na Alemanha o reitor Günther Lother Pertschy, o coordenador de Arquitetura e Urbanismo da UNIFEBE Marcelius Aguiar, o professor Milton Augusto Pinotti, a relações internacionais Ana Paula Bonatelli, o professor e superintendente da Fundação Municipal do Meio Ambiente – Fundema, Cristiano Olinger, o diretor do departamento de iluminação pública da secretaria de obras da prefeitura Carlos Henrique Beuting e o projetista e a arquiteta do Departamento Geral de Infraestrutura da Prefeitura (DGI) Alexandro Fabiano Gonçalves e Ana Claudia dos Santos.

Publicado por Olhar do Vale

Avalie essa notícia

Os comentários serão analisados pelo editor do site e podem ser excluidos caso contenham conteúdo discriminatório, calunioso ou difamador. O nosso objetivo é promover a discussão de ideias entre os internautas. Esteja ciente que comentando aqui você assume responsabilidade pela sua opinião.